PLACAR

Pouille desiste sem jogar e De Minaur iguala sua melhor campanha

Foto: FFT

Londres (Inglaterra) – O australiano Alex de Minaur nem precisou entrar em quadra neste sábado para garantir vaga às oitavas de final em Wimbledon, igualando sua melhor campanha no torneio. Isso porque o francês Lucas Pouille desistiu da partida por causa de uma lesão que ele carregava desde a fase qualificatória para o Grand Slam britânico.

“Durante o qualificatório eu tive uma lesão no quadríceps e dores nas costas, então tive que compensar. Diante de Kokkinakis, toda minha equipe me disse para eu parar no 6/2 (do primeiro set), mas queria tentar continuar, apesar do medo de agravar minha lesão”, contou o francês logo após superar o australiano Thanasi Kokkinakis na segunda rodada.

“Chamei o fisioterapeuta e depois disso tentei colocar mais o primeiro saque, pelo menos 80%, sem forçar tanto. Também fui agressivo e funcionou, tanto que estava em vantagem no final do terceiro set”, disse Pouille, que contou com a desistência do rival quando vencia com o placar de 2/6, 7/5 e 6/2. Na rodada seguinte, foi a vez do francês desistir.

Após cinco vitórias na competição, três no quali e duas na chave principal, ele seguiu as recomendações médicas e não entrou em quadra contra De Minaur. “Disseram-me para desistir e assim não comprometer o restante da temporada”, observou Pouille, que com a campanha em Wimbledon vai recuperar 64 posições no ranking, subindo provisoriamente para o 148º posto.

De Minaur iguala assim as oitavas de final que alcançou em 2022, quando chegou a ter 2 sets a 0 e dois match-points contra o chileno Cristian Garin, mas acabou derrotado. O australiano tenta agora superar esta fase pela primeira vez e terá pela frente o vencedor do duelo entre o francês Arthur Fils e o russo Roman Safiullin.

Subscribe
Notificar
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE