PLACAR

Pigossi para nas quartas e segue para quali do US Open

Foto: Barranquilla Open

Barranquilla (Colômbia) – A série de três torneios em quadras duras na América do Sul terminou nesta quinta-feira para Laura Pigossi, que caiu nas quartas de final do WTA 125 de Barranquilla. A número 2 do Brasil e 135ª do mundo foi superada pela eslovaca Anna Schmiedlova, segunda favorita ao título e 70ª do ranking, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/2 em 2h03 de partida.

A campanha até as quartas em Barranquilla rendeu 29 pontos no ranking para Laura Pigossi, que havia somado outros 122 com um título em Feira de Santana e de semifinal em Brasília. Ela aparecia apenas no 168º lugar antes dessa série de torneios e agora se reaproxima da 130ª posição, com 10 vitórias e apenas duas derrotas. Seu melhor ranking foi o 100º lugar há pouco menos de um ano.

O próximo compromisso de Laura Pigossi no circuito será o quali do US Open, que acontece na próxima semana em Nova York. A paulistana de 29 anos tenta disputar seu terceiro Grand Slam na chave principal. Ela entrou diretamente em Wimbledon no ano passado e conseguiu vaga de lucky-loser no Australian Open deste ano. Na temporada passada, ela caiu ainda na estreia do quali.

Pigossi teve um bom início de partida e chegou a liderar o set inicial por 3/1, tendo chances de quebra nos dois games de serviço de Schmiedlova. Mas aos poucos a eslovaca passou a ser mais contudente com seus golpes de fundo e com maior pressão nas devoluções de saque. Ela conseguiu duas quebras e venceu cinco games seguidos.

A desvantagem no placar não abalou Pigossi, que dominou o segundo set com três quebras. Ela abriu 5/1, perdeu a chance quando sacava para fechar, mas definiu a parcial logo na sequência. Já no terceiro set, Schmiedlova voltou a confirmar os games de forma mais tranquila. Pigossi tentou forçar um pouco menos o saque e jogar mais com o primeiro serviço. Ainda assim, a eslovaca conseguiu duas quebras e fechou a disp

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE