PLACAR

Pedretti e Candiotto caem nas quartas de final

Ana Candiotto. (Foto: Nelson Toledo)

*Atualizado às 18h24, com a classificação de Ana Candiotto à final de duplas

Mogi das Cruzes (SP) – Chegou ao fim a participação brasileira na chave de simples do ITF W25 de Mogi das Cruzes. Últimas remanescentes do país na disputa individual, as paulistas Thaísa Pedretti e Ana Candiotto foram eliminadas nesta sexta-feira por duas favoritas nas quartas de final. O Ano II – São Paulo Tennis Classic tem entrada gratuita no Kosmos Clube.

Na quadra número 4, Pedretti lutou por longas 3h25 contra a norte-americana Maria Mateas, quarta pré-classificada e número 297 do mundo, mas acabou superada por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 1/6 e 6/3.

De volta ao circuito após 11 meses afastada por uma lesão na mão direita, Thaísa Pedretti disputou apenas o seu terceiro torneio nesta temporada, depois de chegar em duas finais de M15 na Argentina. A tenista de 24 anos conquistou o título em Buenos Aires e ficou com o vice em Córdoba. Atual 1009ª colocada, a ex-top 400 não tem pontos a defender nesta semana e poderá retornar à faixa das 900 melhores com a campanha em Mogi.

No outro jogo envolvendo uma brasileira, na quadra 5, Ana Candiotto não foi páreo para a portuguesa Francisca Jorge, 266ª do ranking e segunda principal favorita da chave, e acabou eliminada com uma derrota em sets diretos, placar final de 6/3 e 6/4 em 1h54.

Aos 19 anos, Candiotto deverá subir três posições no ranking da próxima semana e chegar ao 631º posto, ainda abaixo do seu recorde pessoal, o 571º lugar em agosto deste ano. Além da campanha em Mogi, ela teve bons resultados na última semana em Monastir, na Tunísia, onde também parou nas quartas de final em simples e foi campeã nas duplas.

Candiotto viva nas duplas

Apesar da eliminação nas simples, Anna Candiotto segue jogando a chave de duplas e disputará a final do torneio. Formando a parceria cabeça 2, ela e a argentina Melany Krywoj superaram rodada dupla nesta sexta-feira. Primeiro, bateram Thaísa Pedretti e a norte-americana Alexia Harmon com placar de 6/1 e 6/2. Depois, voltaram à quadra para derrotar a francesa Selena Janicijevic e a mexicana Ana Sanchez por 6/3 e 6/2.

Na decisão, elas encaram as principais favoritas ao título, a italiana Nicole Huergo e a lituana Justina Mikulskyte, que passaram pelas quartas pré-classificadas, a norte-americana Zoe Hitt e a colombiana Yuliana Monroy, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-3).

O Ano II – São Paulo Tennis Classic – 2023 é realizado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, do Governo do Estado de São Paulo. Conta com o copatrocínio de Banco BRB, Shibata Supermercados e Bauducco. O evento é chancelado pela ITF, Confederação Brasileira de Tênis e Federação Paulista de Tênis. A realização é do Instituto Sports.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Márcio
Márcio
2 meses atrás

Que pena! Porém, ambas, Thaísa e Anna, na ascendente. Infelizmente, em direção oposta estão a Carol Meligeni e a Gabi Cé. Acredito que a Carol volte melhor ano que vem. A Gabriela acho menos provável, tomara que esteja totalmente errado!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE