PLACAR

Parcialmente recuperada, Bia retorna ao circuito na China

Foto: Mike Lawrence/USTA

São Paulo (SP) – Após sofrer um acidente em seu quarto de hotel no WTA 1000 de Guadalajara, há quase 10 dias, Beatriz Haddad Maia já está a caminho da China. Ela disputará o WTA 1000 de Pequim, que terá início no fim desta semana. A tenista precisou levar pontos em suas mãos e pausar a sua atividade no circuito por alguns dias.

“Estou a caminho da China. Pude treinar por três dias, apenas com a mão esquerda e por pouco tempo. Tirei hoje, na terça-feira de manhã, os pontos da mão esquerda. Ainda sinto um pouco de incômodo e de dor, mas faz parte do processo de cicatrização. A mão direita ainda segue com os pontos e sem poder utilizar, ou seja, provavelmente só voltarei a bater backhand no sábado para jogar a primeira rodada no domingo”, explicou.

“Claro que não é a preparação desejada e sei que terei bons desafios pelos próximos dias, mas é a reta final de temporada e estou animada para seguir em frente, entrar em quadra e lutar pelos meus objetivos de 2023”, finalizou a brasileira, atual 18ª do ranking.

Após Pequim, Bia seguirá para os WTA 250 de Hong Kong e Nanchang em busca de uma vaga no WTA Elite Trophy, que será disputado entre 24 e 29 de outubro em Zhuhai, com as jogadoras que ficarem entre o 9º e o 19º lugar do ranking ao fim da temporada regular do circuito.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE