PLACAR

Para Sinner, vitória contra Djokovic é a maior da carreira

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Depois de vencer um jogo duríssimo pela segunda rodada do ATP Finals, Jannik Sinner classificou o triunfo contra Novak Djokovic como o mais expressivo de sua carreira. O italiano de apenas 22 anos teve uma grande atuação jogando em casa e brindou a torcida em Turim com um tênis agressivo e de alto nível.

“Significa muito para mim. Quando você ganha do número 1 do mundo, alguém que já venceu 24 Grand Slams, obviamente está no topo”, disse Sinner após a vitória por 7/5, 6/7 (5-7) e 7/6 (7-2) em 3h08 de partida. “Sinto que estou um pouco mais confiante em certos momentos da partida. Acho que fui muito corajoso e inteligente em momentos importantes, principalmente no terceiro set”.

“Eu senti que nós dois estávamos sacando muito bem, então não houve tantas trocas, mas quando as trocas foram disputadas nós dois jogamos muito bem. Foi um jogo de alto nível. Acho que foi uma partida muito tática e consegui vencer, então estou muito feliz”, avalia o italiano. Djokovic terminou o jogo com mais aces, 20 a 15, e winners, 26 a 33, mas Sinner conseguiu duas quebras e só perdeu um game de saque, além de ter dominado o tiebreak decisivo.

Esta foi a primeira vitória de Sinner em quatro jogos contra Djokovic no circuito. “Tudo faz parte do processo. Obviamente também disse depois de Wimby que me senti um pouco mais perto este ano, mesmo tendo perdido em três sets. No ano passado, em Wimbledon, perdi em cinco sets, mas me senti mais próximo este ano. Eu sempre digo que quando você tem 22 anos você só pode melhorar e aprender”, explica o número 4 do mundo.

Apesar de ter duas vitórias no Finals, Sinner ainda não está classificado para a semi. Ele enfrenta Holger Rune na próxima quinta-feira e espera contar mais uma vez com o apoio da torcida. “A atmosfera é incrível! Eles me ajudaram muito. Como disse no primeiro dia, é um grande privilégio para mim jogar aqui em Turim. Eu esperava um jogo muito difícil. Com a torcida e tudo mais, eles estão tentando me ajudar. Estou feliz por fazer parte desta atmosfera”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE