PLACAR

“Não foi fácil me adaptar”, analisa Alcaraz

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Cincinnati (EUA) – A estreia do espanhol Carlos Alcaraz no Masters 1000 de Cincinnati não foi de encher os olhos, mas no final o número 1 do mundo conseguiu jogar o suficiente para superar o australiano Thompson, 55º do ranking, em batalha de três sets com direito a paralisação por chuva e 3h de duração.

Depois do jogo, o jovem espanhol reconheceu que não foi tão bem. “Foi complicado, foram três horas por causa da chuva. Começamos 20-25 minutos atrasados ​​por causa da chuva, e foi um jogo muito longo. Mostrei meu melhor nível na final, mas não tem sido fácil”, analisou Alcaraz, que cometue 26 erros não forçados.

“Quando entramos na quadra, descobrimos que estava chovendo e não foi fácil nos adaptarmos. Mas você tem que tentar vencer esses tipos de partidas nessas situações. Não são condições normais aqui em Cincinnati. Espero ter melhores condições na próxima rodada”, complementou o líder do ranking da ATP.

Primeiro jogador do circuito a alcançar 50 vitórias no ano, Alcaraz também manteve sua invencibilidade em estreias na temporada. Seu próximo adversário ainda não está definido e sai do confronto entre o tenista da casa Tommy Paul, seu algoz na semana anterior em Toronto, e o francês Ugo Humbert.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE