PLACAR

Nadal pode cruzar com Wild e tem Medvedev, Tsitsipas e Rublev

Foto: Reprodução/Instagram (Thiago Wild)

Roma (Itália) – Um dos destaques na disputa do Masters 1000 de Roma, o espanhol Rafael Nadal tenta reencontrar as melhores sensações no saibro na preparação para Roland Garros. No Foro Itálico, ele terá uma estreia mais tranquila contra um tenista do quali, mas se vencer irá cruzar com o polonês Hubert Hurkacz, cabeça de chave número 7.

Na terceira rodada, um dos que pode pintar no caminho do espanhol é o paranaense Thiago Wild, que abre campanha também contra um adversário do quali e se vencer desafia o argentino Tomas Etcheverry, 25º pré-classificado, contra quem já jogou três vezes em nível challenger, todas em 2021 e no saibro, com duas derrotas e uma vitória.

Também estão neste quadrante o argentino Sebastian Baez e o dinamarquês Holger Rune, que cruzam com Wild ou Nadal em uma eventual terceira rodada. Nas quartas, o principal nome pelo caminho é o do russo Daniil Medvedev, que aparece na chave apesar do problema físico que o fez desistir de Madri no meio de sua partida de quartas de final.

Atual campeão, Medvedev não tem moleza

Segundo favorito e atual campeão do torneio, Medvedev não terá vida fácil no começo. Ele estreia contra o croata Borna Coric ou o britânico Jack Draper, pode encarar o espanhol Alejandro Davidovich Fokina na terceira rodada e os norte-americanos Tommy Paul ou Frances Tiafoe em uma eventual partida de oitavas.

Tsitsipas e Rublev também na chave

No outro quadrante da parte de baixo da chave estão Andrey Rublev e Stefanos Tsitsipas, respectivamente quarto e sexto favoritos. O russo estreia contra o norte-americano Marcos Giron ou o finlandês Emil Ruusuvuori, já o grego terá um páreo bem mais duro contra o vencedor do duelo entre o alemão Jan-Lennard Struff e o argentino Pedro Cachin.

Tsitsipas tem em seu caminho rumo às quartas o britânico Cameron Norrie (terceira rodada), o canadense Félix Auger-Aliassime, o australiano Alex de Minaur e o suíço Stan Wawrinka (oitavas). Por sua vez, Rublev pode encarar o francês Arthur Fils (terceira rodada), o chileno Nicolas Jarry, o francês Ugo Humbert e o italiano Matteo Berrettini (oitavas).

14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Mala
Paulo Mala
13 dias atrás

Essa foto da matéria entrega a falta de simpatia do Nadal. Kkk

vera
vera
13 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Verdade. Já vi comentários de que ele é simpático. vai ver é o conceito de simpático que diverge.

Ramiro Cora
Ramiro Cora
12 dias atrás
Responder para  vera

não, não… o caso é a falta de educação do “Wildinho” (já ficou famoso no circuito)

Marcos Antonio Vargas Pereira
Marcos Antonio Vargas Pereira
13 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Por qual razão ?

Paulo Mala
Paulo Mala
13 dias atrás

Só ver a foto. Ele está emburrado. Certamente não gosta de tirar fotos com os fãs

Bukele
Bukele
13 dias atrás

Wild bateu o melhor ranking da vida, 61, igualando-se com o melhor ranking do Monteiro. Ambos estão como 14º na lista dos melhores da história do Brasil.
1a rodada Wild pega um qualy, na 2a o argentino Etcheverry q não está muito regular,na 3a seria o Nadal bichado ou o Hurcacz que joga melhor na quadra rápida.Sei não, mas dessa vez pode ser que o Wild chegue nas oitavas.

Última edição 13 dias atrás by Bukele
Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
13 dias atrás
Responder para  Bukele

Verdade. Wild igualou o melhor ranking do Monteiro e estão entre os 15 maiores tenistas brasileiros na era profissional, empatados em 14º. O 13º neste ranking é o Marcos Daniel, que chegou a 56 do mundo.

André Aguiar
André Aguiar
13 dias atrás
Responder para  Bukele

Se o Nadal jogar o que jogou contra o Lehecka em Madri, o Wild para ganhá-lo vai ter que jogar o que jogou o tcheco. Ou seja, vai ter jogar possivelmente a sua melhor partida da carreira.

Refaelov
Refaelov
13 dias atrás

N é o melhor sorteio pq vai estreiar contra um adversário com ritmo e confiança das vitórias no Qualy e, numa eventual R2, pega um cabeça de chave saibrista mas, obviamente, n é nenhum bicho de 7 cabeças, se jogar próximo do seu melhor, terá boas chances sim de repetir um R3 em mais um Masters 1000..

Última edição 13 dias atrás by Refaelov
Joathan Júnior
Joathan Júnior
13 dias atrás

Hurckacz, Rune, Medvedev, Rublev ou Tripas, Djokovic… É, o caminho do Nadal tá complicado como era de esperar no nº 400 e tantos do ranking. Se chegar nas oitavas denovo, vai ser um milagre…

Scott
Scott
13 dias atrás

Se chegar até lá, será um jogo interessante.

Andrade
Andrade
13 dias atrás

O próximo compromisso de João Fonseca é o Challenger de Skopje, na Macedônia do Norte, que acontece na semana de 20/05, mesmo período
do qualifying de Roland Garros. Correto?

Thiago
Thiago
13 dias atrás
Responder para  Andrade

Isso. Mas ao que consta, ele ainda aguarda um convite de RG – não sei qual a real possibilidade de rolar esse WC, seja pro quali, seja pra chave principal. Mas acho que pra chave principal beira o impossível.

Andrade
Andrade
12 dias atrás
Responder para  Thiago

Obrigado pela informação!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE