PLACAR

Murray reage e estreia com vitória em Washington

Murray pode cruzar o caminho do cabeça 1 Taylor Fritz nas oitavas de final (Foto: Ben Solomon/ATP)

Washington (EUA) – A estreia de Andy Murray no ATP 500 de Washington foi com resultado positivo. Apesar de ter sido bastante exigido contra o norte-americano Brandon Nakashima, 70º do ranking, o britânico conseguiu definir a disputa em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-5) e 6/4 em 2h10 de partida.

Ex-número 1 do mundo, Murray aparece atualmente no 44º lugar do ranking aos 36 anos. Ele só jogou quatro vezes o ATP de Washington, com destaque para o vice-campeonato em 2006 e as quartas de final em 2018, quando voltava das cirurgias no quadril. Ano passado o britânico parou na estreia.

O adversário de Murray nas oitavas certamente será um jogador norte-americano, que virá do confronto entre o principal cabeça de chave Taylor Fritz e o tenista vindo do quali Zachary Svajda.

O primeiro set entre Murray e Nakashima foi inteiramente sem quebras ou mesmo break-points. O norte-americano chegou a liderar o tiebreak por 5-2, mas cometeu dois erros não-forçados com o backhand em pontos que dominava, permitindo a reçação do britânico, que também passou a sacar melhor e fez cinco pontos seguidos no fim do set. No último ponto da parcial, fez uma excelente curtinha antes de definir a disputa na rede.

Em vantagem no placar, Murray começou o segundo set com uma quebra acima e ficou mais à vontade para controlar o ritmo da partida. A combinação de drop-shots e lobs mostrava-se muito eficiente e o britânico também sobreviveu a seis break-points em games longos no saque, um deles na hora de fechar o jogo. Ele sustentou a vantagem até o fim e definiu a disputa em sets diretos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE