PLACAR

Monteiro cai na semi e segue para o Pan no Chile

Foto: AAT

Santa Fé (Argentina) – Depois de três vitórias na semana, Thiago Monteiro se despediu na semifinal do challenger de Santa Fé, em quadras de saibro na Argentina. O número 2 do Brasil e 126º do mundo foi superado nesta sexta-feira pelo anfitrião Mariano Navone, 146º colocado, que marcou as parciais de 7/5 e 6/4 em 1h53 de partida.

Vencedor de nove torneios de nível challenger, o mais recente há duas semanas em Campinas, Monteiro tentava alcançar sua 15ª final. Pela campanha em Santa Fé, ele voltará ao grupo dos 120 melhores do mundo. O cearense de 29 anos disputa na próxima semana os Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, que dão duas vagas olímpicas.

Algoz de Monteiro nesta sexta-feira, Navone está com 22 anos já conquistou quatro challengers na temporada, um deles na semana passada em Buenos Aires. Além disso, também em Santa Fé, ele venceu um torneio em julho. O argentino enfrentará o italiano Andrea Pellegrino, que derrotou o tcheco Vit Kopriva por 6/1 e 6/3.

Monteiro não repetiu nesta sexta-feira o bom desempenho no saque apresentado no dia anterior, quando dominou a partida contra o argentino Facundo Bagnis. Em um game com poucos primeiros serviços em quadra, o cearense saiu perdendo por 4/2. Ele chegou a buscar o empate no oitavo game, mas voltaria a ter o serviço quebrado no fim do primeiro set.

Já no segundo set, Navone só enfrentou um break-point e vinha confirmando seus serviços de forma bastante tranquila, enquanto Monteiro vinha enfrentando games longos em seu saque e não evitou uma quebra já no penúltimo game da partida, antes de o argentino definir a disputa em sets diretos.

Luz e Zormann também param na semifinal
Já na chave de duplas, o gaúcho Orlando Luz e o paulista Marcelo Zormann também caíram na semifinal. Os brasileiros foram superados pelo suíço Luca Margaroli e o argentino Santiago Taverna por 5/7, 6/4 e 10-4.

Paulista de 27 anos, Marcelo Zormann está com o melhor ranking da carreira nas duplas, ocupando o 120º lugar. Ele disputou cinco finais ao lado de Fernando Romboli na temporada. Já o gaúcho Orlando Luz, de 25 anos, é o 129º do ranking e já ocupou a 90ª posição em setembro de 2021. Jogando juntos, Luz e Zormann foram campeões do challenger de Piracicaba em janeiro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE