PLACAR

Melo e Middelkoop não passam da estreia em Córdoba

Foto: Cordoba Open

Córdoba (Argentina) – Primeiro brasileiro a estrear na chave de duplas do ATP 250 de Córdoba, Marcelo Melo não passou da primeira rodada no torneio argentino em quadras de saibro. Melo e o holandês Matwe Middelkoop eram os cabeças de chave 3, mas foram superados nesta terça-feira pelos convidados argentinos Federico Gomez e Renzo Olivo por 6/1 e 6/2 em apenas 54 minutos.

A dupla argentina dominou a partida desde o início e abriu 4/0, voltando a quebrar no fim do primeiro set. Eles só enfrentaram um break-point na parcial. No segundo set, Gomez e Olivo conseguiram duas novas quebras e venceram o jogo. Eles podem enfrentar os também argentinos Pedro Cachin e Federico Coria ou os franceses Theo Arribage e Luca Sanchez.

“Hoje eles foram superiores em todos os aspectos. Tentamos algumas saídas, mas não deu certo. Temos que analisar o jogo para melhorar para os próximos”, explicou Marcelo, que está acompanhado de seu técnico, o irmão Daniel Melo, e o preparador físico Chris Bastos. Na temporada, o mineiro tem apenas uma vitória ao lado de Middelkoop, ainda na estreia do ATP de Adelaide.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Depois de Córdoba, Melo e Middelkoop jogarão outros dois torneios na América do Sul neste mês de fevereiro. Na capital argentina, Buenos Aires, estarão em mais um ATP 250, entre os dias 12 a 18. Na sequência, seguirão para o Rio Open, ATP 500 com início no dia 19.

Outros quatro brasileiros estão na chave de duplas em Córdoba. A parceria nacional de Fernando Romboli e Marcelo Zormann desafia os argentinos Maximo Gonzalez e Andres Molteni, principais cabeças de chave. Já o gaúcho Rafael Matos e seu parceiro colombiano Nicolas Barrientos estreiam contra o paranaense Thiago Wild e o parceiro argentino Francisco Comesana.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
F.F.
F.F.
5 meses atrás

Terrível a fase do Melo
Na verdade é um ex tenista em atividade , porém as duplas por ser outro esporte concede sobrevida a veteranos e tenistas que não deram certo em simples

Leo, o realista
Leo, o realista
5 meses atrás

Tenebroso. Que atropelo, Jesus. Eu acho que deveria ir pro beach tennis pra ter uma sobrevida como jogador

Andre Borges
Andre Borges
5 meses atrás

Putz, sou fãzaço e tenho um respeito absoluto pelo Melo, mas poxa….

Daniel
Daniel
5 meses atrás

Grande Marcelo Melo Girafa Bi campeāo de Slam, está se despedindo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE