PLACAR

Medvedev vence fácil, Monfils surpreende Hurkacz

Foto Peter Staples/ATP Tour

Indian Wells (EUA) – A vitória sem sustos de Daniil Medvedev sobre o espanhol Roberto Carballes, por 6/2 e 6/3, e a inesperada superioridade de Gael Monfils sobre o polonês Hubert Hurkacz, que incluiu ‘pneu’ e o placar de 6/0, 6/7 (5-7) e 6/2, definiram na madrugada de domingo os últimos classificados para a terceira rodada do Masters 1000 de Indian Wells.

O agora número 4 do mundo assinalou que, apesar do placar, a partida contra o espanhol não foi nada fácil. “As trocas de bola são muito lentas aqui e, se você pensar bem, jogar 90 minutos para 17 games é muita coisa”, assinalou Medvedev, que sempre foi um crítico do píso em Indian Wells. “Felizmente eu sei como jogar nesses ralis e acho que mantive a partida sob controle. Ele ficou perigoso com 4/2, mas eu encontrei o caminho”.

De todos os Masters 1000 disputados sobre quadra sintética, Indian Wells é o único em que Medvedev ainda não foi campeão. Seu adversário de segunda-feira será o norte-americano Sebastian Korda, que teve exibição muito sólida e tirou Roman Safiulin, por 6/4 e 6/2. “Korda pode jogar realmente um bom tênis, perdi para ele nos dois jogos mais recentes. Indian Wells não é um torneio fácil, preciso jogar o máximo desde a primeira partida”.

Show de Monfils
A maior surpresa no complemento da segunda rodada masculina coube ao veterano Gael Monfils. Agora apenas 54º do ranking, o extraordinário francês marcou uma de suas maiores vitórias recentes, ao superar o cabeça 8 Hubert Hurkacz com mistura de saque eficiente, paciência nas trocas de bola e grande variedade de golpes.

“Tive um começo espetacular de partida”, comemorou Monfils. “Saquei muito bem e fisicamente eu estava muito firme. Acho que vencer tão bem o primeiro set me deu o embalo. Ele lutou muito e levou ao terceiro, mas uma quebra logo no começo me ajudou muito”, explicou o francês após a batalha de duas horas. Seu desafio agora será o campeão de 2021, o canhoto britânico Cameron Norrie, que marcou duplo 6/4 sobre o italiano Lorenzo Sonego.

Baez chega a 10 vitórias seguidas
Outros três nomes importantes estrearam com vitórias. O argentino Sebastian Baez, que vem dos títulos do Rio e de Santiago sobre o saibro, superou o italiano Fabio Fognini por 7/5 e 6/3, e desafiará o cabeça 12 Taylor Fritz.

Outro nome forte da casa, Tommy Paul ganhou o duelo americano contra Alex Michelsen, por duplo 6/2, e terá pela frente o embalado canhoto Ugo Humbert. Por fim, Casper Ruud estreou bem contra Lukas Klein, marcou 6/4 e 7/6 (7-4) e enfrentará o jovem francês Arthur Fils, que tirou o cabeça 23 Alejandro Davidovich, 6/4 e 6/4.

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Viviane
Viviane
1 mês atrás

Tai um jogador que eu gosto muito de assistir: Monfils. A sensação que tenho é que ele tá leve, sem pressão, apenas se divertindo. Espero que consiga avançar mais. Quanto ao Medvedev, não acho que seja dessa vez que ele será campeão de IW.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

O Monfils realmente é uma figuraça, um grande jogador e, vem num momento de recuperação muito bacana.

Dito isso, a vitória dele ontem foi muito mais demerito do Hurcacz(q tava num dia terrível com o próprio saque) doq de um jogo primoroso do francês..

Marcelo Ikeda
Marcelo Ikeda
1 mês atrás
Responder para  Refaelov

mesmo num dia ruim mas o Hurcacz levar 6×0 é tbem muito merito do adversario nao?

Daniel Neto
Daniel Neto
1 mês atrás

Monfils é de um carisma incrível. Torço para que ele fique bastante tempo no circuito, ainda. E o Baez, mudou de piso, mas continua ganhando.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE