PLACAR

Medvedev e Paul tentam evitar semi entre Sinner e Alcaraz

Fotos: AELTC

Londres (Inglaterra) – A parte superior da chave masculina já tem os seus dois duelos de quartas de final definidos. Enquanto o atual campeão Carlos Alcaraz enfrentará o embalado Tommy Paul em uma partida, na outra Jannik Sinner terá novo duelo contra Daniil Medvedev em Grand Slam nesta temporada, depois de triunfar de virada sobre o russo na decisão do Australian Open.

Caso avancem, o espanhol e o italiano disputarão a segunda semifinal consecutiva de Slam entre si, sendo que Carlitos levou a melhor em Roland Garros em jogo de cinco sets, há pouco mais de um mês. Querendo estragar a festa das jovens estrelas e evitar o décimo encontro entre eles, Medvedev e Paul estão motivados para os duelos que acontecem nesta terça-feira em Londres.

Apesar de ter retrospecto favorável de 6 a 5 contra Sinner, o russo perdeu os últimos cinco jogos para o italiano, mas enxerga muito equilíbrio na maioria desses confrontos, exceto pelo mais recente, no qual ganhou apenas três games na semifinal de Miami, em março.

“Ainda não conversamos, mas treinei com Jannik aqui antes do torneio. Foi um ótimo set. O engraçado é que perdi cinco vezes, mas se bem me lembro, quatro foram muito disputados. Tive azar ou não? Em Pequim foram dois tiebreaks, em Viena foi uma partida bem louca e em Turim foi bem disputado. Depois em Miami ele venceu com facilidade. Não acho que estive longe, mas ele fez um ótimo trabalho ganhando cinco vezes seguidas”, analisou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Um dado curioso é que todos os 11 duelos entre os dois foram realizados em quadra dura, o que fará com que o russo busque novas alternativas para tentar voltar a vencer o rival após mais de um ano. “Será a primeira vez que jogamos na grama, tenho certeza que vou procurar algo novo. Espero jogar bem, o saque é importante na grama. Vou tentar surpreendê-lo e colocá-lo em apuros Tenho certeza que ele fará o mesmo. Espero que seja um bom jogo, mas vou tentar dar o meu melhor para vencer”, frisou.

Por fim, Daniil Medvedev deu suas impressões sobre a evolução de Jannik Sinner no circuito, fazendo sua melhor temporada da carreira com o primeiro troféu de Grand Slam e a chegada ao posto de número 1 do mundo. Segundo o russo, o italiano de 22 anos está jogando melhor e errando menos.

“Quando Jannik chegou ao circuito, todos ficaram um pouco surpresos, não só pela força com que ele bate, mas da maneira como ele é firme de todas as posições da quadra e pela rapidez com que ele corre. Porém, ele errava muito e perdia muitos jogos. Assim que ele parou de falhar, ele melhorou, e agora é muito difícil vencê-lo”, explicou.

Paul aposta no saque para derrotar Alcaraz

Com uma média de quase dez aces por jogo e 81% dos pontos ganhos com o primeiro serviço em quadra, Tommy Paul sabe que o saque será um fator determinante diante de Carlos Alcaraz, principalmente na grama. O norte-americano vem embalado após o título no ATP 500 de Queen’s e duas vitórias consecutivas em sets diretos em Wimbledon, na terceira rodada contra Alexander Bublik e nas oitavas contra Roberto Bautista.

“O saque é sempre o golpe mais importante no tênis masculino. Será algo que quero fazer muito bem na próxima rodada. Mas o resto também é muito importante. Nós dois temos um estilo de tênis bastante agressivo e ele tem jogado muito bem e ultra agressivo. Honestamente, é muito divertido jogar contra o Alcaraz e estou muito animado com esse duelo”, disse na coletiva do último domingo.

Paul também revelou que deverá pegar alguns conselhos com o amigo e compatriota Frances Tiafoe, que levou Alcaraz ao quinto set ainda na terceira rodada do torneio. “Quando eles jogaram, foi a primeira vez que fui à Quadra Central de Wimbledon. Fui vê-los, mas cheguei um pouco atrasado, já no final do quarto set. A partir daí, o jogo não correu muito bem para o Frances. Hoje [domingo] falamos um pouquinho, porque eu tinha de jogar outra partida antes de enfrentar o Alcaraz, mas provavelmente vamos conversar um pouco mais”, contou. Ele venceu Alcaraz duas vezes no Masters canadense, mas perdeu em Miami e Cincinnati no ano passado.

Por falar no estádio principal do All England Club, esta ainda não será a primeira vez que Tommy Paul jogará uma partida por lá, já que eles e Alcaraz foram escalados para fazer a segunda partida do dia na Quadra 1. “É provavelmente a quadra mais emblemática do tênis, mas, como eu disse, não me importa onde me coloquem. Se for na Central, fico feliz. Se for na quadra 1, estarei pronto para jogar lá também”, afirmou antes de conhecer a programação, publicada apenas nesta segunda-feira.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Caio
Caio
10 dias atrás

Na torcida por eles

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE