PLACAR

Matos volta ao top 40 e Melo segue como número 1 do Brasil

Foto: BOSS OPEN

Londres (Reino Unido) – O título conquistado no ATP 250 de Stuttgart no último domingo rendeu a Rafael Matos e Marcelo Melo uma pequena melhora no ranking mundial de duplas. Enquanto o canhoto gaúcho subiu seis posições e garantiu seu retorno ao top 40, ocupando justamente a 40ª colocação, o experiente mineiro ultrapassou dois concorrentes e é agora o 35º do mundo, mantendo-se assim como o número 1 do Brasil na especialidade.

Dono de oito títulos no circuito e dois somente nesta temporada, Matos tem como melhor marca o 26º lugar de fevereiro do ano passado. Já Melo é o recordista brasileiro de semanas como número 1 do mundo em qualquer ranking, tendo acumulado 56 semanas na liderança ao longo de sua vitoriosa carreira, que agora conta com 38 conquistas, dentre elas dois Grand Slam.

Além da dupla campeã na grama alemã, o Brasil tem outros dois representantes no top 100 masculino da especialidade. O carioca Fernando Romboli é o 93º depois de perder duas posições e o paulista Marcelo Zormann ocupa o 98º após subir um posto.

Boscardin e Sakamoto ganham terreno

Vice-campeoões do challenger de Lima no último sábado, Pedro Boscardin e Pedro Sakamoto deram um bom salto na lista da ATP. O catarinense de 21 anos ganhou 15 posições e é o 220º colocado, enquanto o experiente paulista de 30 anos deixou 51 adversários para trás e alcançou o 334º posto, embora seja apenas o 16º melhor brasileiro entre os duplistas.

Veja a movimentação do top 10 brasileiro no ranking de duplas da ATP:

Marcelo Melo – 35º (+2)
Rafael Matos – 40º (+6)
Fernando Romboli – 93º (-2)
Marcelo Zormann – 98º (+1)
Orlando Luz – 112º (-4)
Marcelo Demoliner – 125º (-2)
Mateus Alves – 209º (-4)
Pedro Boscardin – 220º (+15)
João Lucas Reis – 229º
Daniel Dutra da Silva – 246º

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Jorge Luiz
Jorge Luiz
1 mês atrás

Parabéns guerreiros,o Mello tem uma carreira sensacional

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE