PLACAR

Machac surpreende Djokovic e deixa sérvio ainda sem finais no ano

Foto: Gonet Geneva Open

Genebra (Suíça) – A primeira semifinal desta sexta-feira no ATP 250 de Genebra foi marcada por oscilações de ambos os lados e um resultado surpreendente: a derrota do sérvio Novak Djokovic. O algoz do cabeça de chave 1 do torneio foi o tcheco Tomas Machac, que levou a melhor na batalha de altos e baixos definida em três sets, marcando parciais de 6/4, 0/6 e 6/2, após 2h11 de embate.

Pela terceira vez na temporada, Djokovic falha em passar pelas semifinais e vai chegar em Roland Garros sem ter disputado uma decisão sequer na temporada, algo que não acontece desde 2018, quando sua primeira final do ano foi apenas na temporada da grama no ATP 500 de Queen’s, e seu primeiro título veio somente em Wimbledon.

Do outro lado, o tcheco de 23 anos e atual 44 do mundo disputava sua primeira semifinal de ATP e agora vai jogar também sua primeira final. Ele espera pelo vencedor da partida entre o italiano Flavio Cobolli e o norueguês Casper Ruud, cabeça de chave número 2, para saber quem será seu adversário na busca pelo título no saibro suíço.

Com a campanha desta semana, Machac vai garantir o melhor ranking da carreira e entrar pela primeira vez no top 40, subindo provisoriamente para o 34º lugar na próxima segunda-feira. Ele pode ganhar uma colocação a mais se for campeão no sábado.

Vantagem inicial sérvia escapa

Djokovic teve o serviço ameaçado logo no primeiro game da partida, mas salvou os dois break-points que enfrentou e conseguiu pressionar o rival logo em seguida, forçando Machac e também salvar um. O sérvio conseguiu uma quebra no quarto game e em seguida abriu 4/1 e quando tudo indicava que iria controlar a situação para largar na frente, veio um péssimo momento do líder do ranking.

A boa vantagem do sérvio foi aos poucos se esvaindo e terminou mal para ele, que perdeu cinco games seguidos e assim o primeiro set. Djokovic levou quebras consecutivas no sétimo e nono games, até teve um break-point entre eles, no oitavo, mas não aproveitou e viu Machac deslanchar para fazer 1 a 0 no placar.

Atendimento médico e empate

Na virada do primeiro para o segundo set, Djokovic pediu atendimento médico e teve a pressão medida em quadra. Só que quem pensava que o sérvio iria esvair no restante da partida acabou se enganando e o número 1 do mundo mostrou grande firmeza nos games seguintes e foi dominante, venceu 64% dos pontos de saque e 68% nas devoluções.

O melhor nível de ‘Nole’ e a baixa do rival tcheco levaram a uma parcial bastante tranquila para o sérvio, que perdeu apenas 14 dos 41 pontos disputados. Dominando as ações, o sérvio anotou três quebras e garantiu o empate com um “pneu” para cima de Machac.

Nova reviravolta e vitória tcheca

Marcada por altos e baixos, a partida teve mais uma reviravolta em seu terceiro e decisivo set, agora com a recuperação de Machac, que chegou a ver Djokovic faturar sete games em sequência, abrindo 1/0 na parcial, mas a partir de então foi ele que deu as cartas, faturou os próximos seis games e selou a vitória com um “pneu” moral para cima do líder do ranking.

Djokovic amargou três quebras consecutivas depois de confirmar o serviço no primeiro game e só teve um break-point desperdiçado nesse período, no quarto game. Seu desempenho com o saque despencou para apenas 44%, os winners até se mantiveram num patamar bom, com oito, mas os erros não forçados aumentaram para nove, enquanto Machat teve seis winners e só dois erros não forçados.

87 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rockton
Rockton
19 dias atrás

Surpresa nenhuma. Machat só deu uma vacinada no Djokovid

Jansen
Jansen
19 dias atrás
Responder para  Rockton

Federer com 38 anos se pegasse o Djoko hoje seria um 6/0 e 6/2, Federer gênio, Djoko só físico kkkkk

Daniel Macedo
Daniel Macedo
19 dias atrás
Responder para  Jansen

Perfeito

Jorge Luiz
Jorge Luiz
19 dias atrás
Responder para  Jansen

Caramba, quanto fanatismo

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Jansen

38 era exatamente a idade dele no eterno 40×15.
Não foi em razão da idade que ele não converteu dois match points com saque na mão.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
19 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

38 tinha o Craque Suíço quando jogou com Djokovic a FINAL mais longa no All England Club com direito a 13 x 12 no Quinto Set , e 98 WINNERS pra cima do ” goat” . Este agora aos 37 , toma um 6 x 1 contra o TOP 40 exatamente num ATP 250 e na SUIÇA. Chore LF 2 kkkkkkkkkk. Abs!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
19 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

O pneu em WB foi com qual idade?

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Quem chora são os herdeiros do 40×15.

Jansen
Jansen
19 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Bem lembrado jogou contra o Djoko q tinha 30 anos no auge físico da carreira, contra um senhor de 38, imagina esse senhor com 38 hoje jogando contra o maratenista do Djoko, 6/0 e 6/2.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Jansen

Djoko tinha 33, mas concordo com você, não deveria bater tanto no ancião dos 35 aos 38.

Roberto Canessa
Roberto Canessa
19 dias atrás
Responder para  Jansen

Depende, se fosse numa final de GS o suíço entraria tremendo mais que britadeira e ia levar um passeio, agora numa semi de ATP 250, aí provável vencesse mesmo

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
19 dias atrás
Responder para  Roberto Canessa

Exato. O OCTACAMPEAO de WIMBLEDON e Pentacampeão consecutivo do USOPEN, tremeria numa FINAL de SLAM, não é mesmo caríssimo fanático ????rsrsrs. Abs!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
19 dias atrás
Responder para  Jansen

Verdade. Ele venceu 2 slam e 1 atp finals aos 36 anos por causa do físico mesmo.

Roger
Roger
19 dias atrás

Nole levou hoje “Machac”coalhada…novos tempos no circuito. Até pneu moral, 6 games seguidos…

Renato
Renato
19 dias atrás
Responder para  Roger

Pior que foi bom o trocadalho kkk…parabéns

Paulo H
Paulo H
19 dias atrás

Djoko não está no seu normal ou não deixaria passar a oportunidade do primeiro set. Difícil prever o seu desempenho em RG, uma pena.

Adriano Veiga
Adriano Veiga
19 dias atrás

Isso não quer dizer muita coisa porque parece que depois de um tempo esses caras grandes só querem saber de Grand Slam mesmo, mas…
Que a coisa está estranha… Com certeza está!
Com a saída de Federer e a iminente aposentadoria de Nadal, dá a impressão que Novak perdeu o estímulo… Perdeu a graça…

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
19 dias atrás

Olha. Não lembro do Djokovic jogar tão mal assim que não fosse em retorno de lesão. Que ano horrível do sérvio. Com esse nível de jogo, não dá pra esperar muita coisa em RG. Terá que jogar o que não jogou até agora. E parece que sua confiança foi pro espaço. Sou fã do Djokovic, mas arrisco a dizer que se mantiver este nível o ano todo, ele repensa a carreira e pensa em aposentadoria em 2025

Última edição 19 dias atrás by Guilherme do ES Ribeiro
Richard Krajicek
Richard Krajicek
19 dias atrás
Responder para  Guilherme do ES Ribeiro

Ele está lembrando o Djokovic de 2017, que perdeu a motivação dps de vencer Roland Garros pela primeira vez em 2016. Desmanchou a equipe e perdeu o foco.

Parece que agora ele perdeu a motivação diante da iminente aposentadoria do Nadal, o que lhe garante o posto de maior vencedor de Grand Slams – o recorde mais importante do esporte. Novamente desmanchou a equipe e perdeu o foco.

Parece algo mto mais relacionado ao aspecto mental do que com a idade.

Última edição 19 dias atrás by Richard Krajicek
Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Richard Krajicek

Cara, esse argumento é bom para mim, como torcedor do sérvio, mas, igualmente para mim, não faz menor sentido.
Por que eu viveria de um canto a outro do mundo, mesmo desmotivado?
Não seria melhor e curtir os milhões que ganhei enquanto tinha motivação?
Talvez o problema esteja na falta de decidir o que realmente fazer.
Ou vai, ou racha.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
19 dias atrás

GOATaço passou mal no primeiro set e por isso perdeu, mas no terceiro jogou mal e sem paciência. Entregou o último game de presente com esquerda pra fora de propósito.

Agora é pegar uma primeira semana tranquila em Roland Garros e entrar com tudo na segunda rumo ao Quadruple Career Slam!

Roger
Roger
19 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Paulo, normalmente quando ele perde set, vai p vestiário ou pede atendimento para tentar mudar tática, esfriar o outro jogador… é comum isso do Nole.
Difícil saber se era tática ou não estava bem mesmo.
Mas voltou no 2o set normal.
Idade meu caro, bicho pegou e mental tá longe.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
19 dias atrás
Responder para  Roger

Não vai pro vestiário depois do primeiro set, só se for muito longo. Ele passou mal, estava com a mão tremendo e foi atendido em quadra.

Começou o segundo set ainda mal, mesmo conseguindo abrir 3-0; só depois foi melhorando aos poucos. No terceiro até teve um pequeno momentum pra abrir 2-0, mas depois se perdeu e foi uma sucessão de erros e impaciência.

Bruno
Bruno
19 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Paulinho
Vou concordar com vc.
Entregar partidas era especialidade da agora mamãe Djokovic

Leonardo
Leonardo
19 dias atrás

Bom. Djokovic não desaprendeu a jogar tenis, mas esse ano ele deu uma baixada drastica de ritmo, e redução de torneios para estar mais tempo com a familia. E aparentemente o resultado está aí. Nesse nivel, é preciso estar no seu melhor todo o tempo, por isso é tão anormal o dominio que o Big3 manteve por praticamente 20 anos. A pergunta de 1 milhão é, com 37 anos recem cumpridos, e já com todos os records relevantes do tenis no bolso, sendo o reconhecido GOAT do tenis por todos os jornais, e analistas serios. Com tudo isso, será que ele tem motivação para voltar ao ritmo de dedicação absoluta para superar essa má fase e voltar aos grandes titulos de GS? Lembrando que ele ainda é campeão defensor de 2GS, mas nessa fase dificil defender RG, ainda que continue sendo o favorito.

Gilson
Gilson
19 dias atrás
Responder para  Leonardo

bateu desespero nas noletes.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
19 dias atrás
Responder para  Leonardo

” Todos os analistas sérios” a começar pelo Sr rs . A derrota em casa para SINNER quando tentava o SLAM 25 ( não teve nenhum Break a favor ) , tirou a confiança. Não está motivado com a última chance de obter o sonhado OURO OLÍMPICO????. Esse tipo de comentário somente demonstra fanatismo. Mas ninguém pode descarta-lo em RG ainda mais com o Touro Miura sendo uma incógnita. Abs!

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Sim, para analistas sérios ainda é.
Para ter outro, alguém terá que conquistar de 25 GS em diante.

Leonardo
Leonardo
19 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Sergio, só para deixar claro. Sou fã do Nadal, não do Djokovic. Sempre questionei os fãs de Djokovic quanto cravavam ele como Goat antes de ele deter o record de GS, inclusive varias revistas e varios comentaristas mencionavam que ele estava com vantagem na “corrida” mas ainda tinha que ganhar mais GS que Nadal e Federer. Hoje vejo discussão de fãs, e revistas que não comentam o tema GOAT. Mas as que comentam, colocam ele como GOAT inquestionavel, afinal detem todos os records inclusive o mais importante que é o de GS. Eu particularmente nem gosto do jogo dele, mas é complicado encontrar algum argumento com a matematica dos numeros que ele tem.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
19 dias atrás
Responder para  Leonardo

Eu lembro de você, é o Leonardo Fagundes, certo?

Djoko se tornou o GOAT inquestionável em 2021, quando obteve o recorde de semanas #1 (mais de 310), temporadas #1 (7), Masters 1000 (37) e empatou em Slams com os dois (20).

Nadal pode ter sido um GOAT momentâneo quando abriu 2 Slams em 2022, mas questionável pelas poucas semanas #1 perto dos rivais e por não ter ATP Finals. De qualquer forma, Djoko encerrou a discussão quando empatou em Slams de novo no AO 2023 e seguiu ampliando recordes e ficando também com o de Finals, o torneio mais importante da ATP.

Abs.

Gerson Alva
Gerson Alva
19 dias atrás
Responder para  Leonardo

Eu palpito que o fator motivação seja uma das grandes razões para a queda de rendimento tão rápida. Idade? Ele chegou no circuito na mira de Federer e Nadal. Conseguiu igualar e superar os seus records e de fato, pelos seus números, é considerado o melhor. A saída do suíço e do espanhol (iminente) já poderia sim causar essa desmotivação. Fator idade, sim, contribui. Porém mais maduro, sabe que precisa dar atenção à família. Já conseguiu tudo. Não ficaria admirado se ele pendurasse às raquetes ano que vêm.

José Alexandre
José Alexandre
19 dias atrás

Ninguém é doido de descartar o sérvio num GS, mas será quase uma surpresa se ele chegar na final.

Leo
Leo
19 dias atrás

Bem feito, foi pouco.

Flávio
Flávio
19 dias atrás
Responder para  Leo

Que ódio é esse cara onde vc vai chegar com isso? Já sei o Dkokovic deve ter te levado a frustração n vezes, né kkkk mas não adianta cara mesmo ele caminhado para o fim da carreira os recordes dele ninguém vai quebrar, seja no tênis feminino ou masculino então aceita que dói menos. kkkkkkkk

André Borges
André Borges
19 dias atrás

Meu Deus, que sonho quem pegar essa mamata em RG hein?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
19 dias atrás
Responder para  André Borges

Herbert vai tomar 3×0 em 2 horas.

ultrasincero
ultrasincero
19 dias atrás
Responder para  André Borges

Djocovid agora é café com leite

Flávio
Flávio
19 dias atrás
Responder para  ultrasincero

Pode até ser, mas ele tem n recordes e ninguém vai tirar isso, seja no tênis feminino ou masculino então aceita que dói menos. kkkkk

Lee
Lee
19 dias atrás

Normal para um tenista de 37 anos sem treinador no momento e que já ganhou tudo e agora não tem mais nada a provar.

Beto_poa
Beto_poa
19 dias atrás

o que aconteceu? sera que caiu uma outra garrafa na cabeça?

Aryno Swionteko
Aryno Swionteko
19 dias atrás
Responder para  Beto_poa

kkkkkkkkkkk

Gilvan
Gilvan
19 dias atrás

O sérvio apanhando de qualquer um que tenha o mínimo de disposição.
Quer vencer o número 1? É só pegar a senha e entrar na fila!

Ma Long
Ma Long
19 dias atrás

Desde novembro do ano passado o sérvio não tem sido mais o mesmo. Está faltando algo no sérvio? O que mudou na sua rotina desde então? O que aconteceu em novembro? São coisas que precisamos nos perguntar.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
19 dias atrás

Eu falei ontem que tinha que respeitar o Machac. Djoko só ganhou dele em Dubai no tiebreak do terceiro. O tcheco não tem muita potência, mas cobre bem a quadra e tem uma direita angulada muito boa. Também teve méritos, apesar do sérvio ter errado demais no terceiro set.

Renato B
Renato B
19 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Respeitar o Machac… que faseeee da marmitão…

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
19 dias atrás
Responder para  Renato B

Com certeza, o Djokovic e outros grandes campeões chegaram onde chegaram e conquistaram o que conquistaram porque respeitaram seus adversários, independentemente de quem eram.

James Garcia
James Garcia
19 dias atrás
Responder para  Renato B

Machac tá na frente no ranking de todos os tenistas brasileiros que vocês ficam lambendo por causa de um qualificatório então sim, tem que respeitar o cara mesmo

Osvaldo
Osvaldo
19 dias atrás

o que explica essa brutal queda de desempenho do sérvio desde o episódio do anti-d0ping na copa Davis ?

Beto_poa
Beto_poa
19 dias atrás

nao esta buscando a vitoria; esta apenas esperando por pontos fáceis, erros não forçados e um descontrole emocional e mental do adversário. Jogando assim vai passar somente nas primeiras rodadas em RG.

Rafaela
Rafaela
19 dias atrás

Nadal e Djokovic não devem estar na segunda semana do slam. Tempos estranhos.

Gilson
Gilson
19 dias atrás

Nem 250tinho leva mais?!

Paulo Mala
Paulo Mala
19 dias atrás

O Djokovic e o Nadal, ambos ganharam muitos jogos com a nome. Hoje não é mais assim, são poucos que repeitam e isso está causando o declínio de ambos. O Nadal vai parar com certeza. O Djokovic já deve estar considerando, ninguém gosta de ser saco de pancada e não ganhar mais títulos.

Verridiana Parmeggieri
Verridiana Parmeggieri
19 dias atrás

esses atendimentos médicos que o Djokovic solicita quando ele está perdendo os jogos… não dá para entender!!!!!!

Joselito
Joselito
19 dias atrás
Responder para  Verridiana Parmeggieri

Seria difícil entender se eles fossem pedidos quando ele está ganhando, não? Poucas vezes eu vi quem está ganhando pedir atendimento – a não ser que que aconteça uma contusão.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Verridiana Parmeggieri

Prezada Verridiana, talvez entendas melhor assim: se estás ganhando, mas com um desconforto clínico ou físico, quer dizer que está bem no jogo, pois estás ganhando mesmo assim.
É como alguém que está dormindo no chão e outro vai lá e o acorda, propondo que vá para uma cama, por exemplo.
Mas, se estás mal e perdendo, vale a pena parar para investigar e tentar resolver o problema, porque senão, a derrota será certa.
Compreendes?

Marcelo Reis
Marcelo Reis
19 dias atrás

Amigos, não dá para ganhar sem motivação intrínseca. O jogo está lá dentro dele, os golpes também, o físico não está com problemas, mas a cabeça simplesmente não está lá. Creio que essa perda de motivação/confiança acelere a aposentadoria do Novak. Vamos ver se ele tira um coelho da caixola nos GSs e nas Olimpíadas. Enfim, sem o “drive” pelas vitórias, o atleta vira pó.

Última edição 19 dias atrás by Marcelo Reis
Breno
Breno
19 dias atrás
Responder para  Marcelo Reis

exato! é nítida a falta de motivação dele. parece que está entrando em quadra obrigado!

Joselito
Joselito
19 dias atrás

A paralela de esquerda que tanto fez os adversários balançarem de um lado para o outro de repente sumiu. Será falta de confiança, de treino, motivação?
Sem ela vai ficar difícil qualquer pretensão de ir longe nos torneios.

Francisco
Francisco
19 dias atrás

Não tem mais Federer e daqui a pouco não terá mais Nadal. Acabou a motivação. Acabou a graça do circuito para Nole. Esses três viviam para vencer uns aos outros.

ultrasincero
ultrasincero
19 dias atrás

Te aposenta Djocovid antes de passar mais vergonha

Felipe
Felipe
19 dias atrás
Responder para  ultrasincero

Tudo bem que o cara tem resultados excepcionais e a gente fica mau acostumado, mas perder na semifinal de um torneio não é vergonha ninguém.

Vera
Vera
19 dias atrás

Está aí o exemplo de uma Prova de instabilidade e oscilação no tênis e que após um pneu, Tudo pode mudar, aliás, muda a cada game. Djokovic ao longo de sua carreira era desafiado a encontrar fórmulas pra bater seus adversários principais. Hoje o cenário é outro, Roger, aposentado e Nadal, bem abaixo do nível e Nole já conquistou tudo ficando só as olimpíadas. Já bateu inúmeros recordes. Acaba de completar 1.100 vitórias contra as 1256 de Jimmy Connors e 1251 de Federer. Mas mesmo tendo menos vitórias , tem mais troféus, portanto o que buscar mais?! Pra mim com certeza a motivação se esvai e com ela, bons resultados. Seja como for, Djokovic não precisa provar mais nada, dificilmente alguém o irá superar. Melhoras Nole. Rumo a RG.

Fernando
Fernando
19 dias atrás

Djokovic simplesmente treinou nesse torneio pequeno. O foco dele é Roland Garros, então ele perdeu de propósito. O importante é que ele levou o cachê.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
19 dias atrás

Analistas sérios se utilizam de critérios objetivos que são os resultados. Porque só os resultados resistem ao tempo. Em todos os esportes, os que são considerados os melhores são os que tiveram os melhores resultados. Então, no tênis, o que teve os melhores resultados até agora foi Novak Djokovic, daí o motivo dos analistas sérios e sensatos o considerarem o GOAT.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás

Pois é, não há em esporte nenhum, um líder do ranking que não tenha resultado que o coloque nessa posição.
E não há em esporte nenhum, um líder do ranking que realmente não seja o melhor.

Paulo Mala
Paulo Mala
19 dias atrás

Nem sempre são os resultados… alguns exemplos, na fórmula 1 o maior vencedor é o Schumacher, mas ele é pouco lembrado quanto outros nomes.
Futebol, Klose é o maior artilheiro das copas. No entanto outros jogadores que fizeram menos gols são considerados mais importantes na história da copa do mundo.

Joselito
Joselito
19 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Copa do mundo é de quatro em quatro anos, então nunca seria possível determinar o GOAT por isso.
Messi e CR7 são aclamados pelo que fazem em seus clubes e seleção. Messi já tem participação direta em 1200 gols. É muita coisa surreal em se tratando de futebol moderno com pouquíssimo espaço.
CR7s acho que haverá alguns, mas Messis, se surgir 1 a cada 50 anos será muito.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
19 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Tênis meu amigo, é tênis, não é futebol.
O que Djokovic conquistou, foi ele que conquistou, não foi apenas bater um penalty sofrido por seu colega dentro da grande área não.
Nesse esporte, somente os resultados são considerados.
Thiago Monteiro acabou de furar o quali de RG. Vai disputar seu 21º GS. Direito adquirido por seu resultado nesse qualyfying.
Ou vai entrar na chave principal por ter tido bom comportamento?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
19 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Schumacher não é lembrado, kkkkkk.

Essa é pra morrer de rir. O cara é o maior da história junto com o Hamilton.

Artilheiro de Copa realmente não vale muito, é tipo os títulos de 250 e 500 do Federer. O que conta são os Big Titles.

Vera
Vera
19 dias atrás

, Concordo em gênero, número e grau.

Rafael Guimaraens
Rafael Guimaraens
19 dias atrás

Uma contradsição. Nadal, lesionado, fazendo tudo pra continuar jogando. Djoko, saudável, fazendo tudo pra não jogar.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
19 dias atrás
Responder para  Rafael Guimaraens

Com todo respeito à sua opinião, não acredito nisso por dois motivos: 1) O Djokovic foi sempre direto e transparente. Então, não faz sentido ele entrar em quadra se não estiver disposto a jogar; 2) Pelo que eu saiba, o Djokovic não é ator e por isso não vejo motivo para ele encenar ou fingir que está jogando mal e perder o jogo de propósito.

Rafaela
Rafaela
19 dias atrás

Na verdade ele sempre foi um cara teatral, inclusive ele sempre imita outros tenistas desde jovem e pedidas medicas estranhas…
Mas concordo que agora não tem a ver com teatro. O alto nível dele chegou a fim, como é o natural para qualquer um.

Rafael Guimaraens
Rafael Guimaraens
19 dias atrás

Não perde de propósito, mas está claro que não se sente motivado. No final do jogo sacava de qualquer jeito, sem aqueles 13 batidinhas no chão, tentava saque-e-voleio, abusou ads dupla faltas. Parece enfadado.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
19 dias atrás

Djokovic não passa da primeira semana, triste pra mim que sou seu fã

Porkuat
Porkuat
19 dias atrás

A culpa era do técnico, demitiu o cara…. A culpa era do preparador físico, demitiu o cara, e agora senhor Djocovid, a culpa é de quem? Vai se auto demitir???

Vagner Paiva
19 dias atrás

Só está se poupando..

Rafaela
Rafaela
19 dias atrás
Responder para  Vagner Paiva

Para se poupar, era só não jogar o torneio né…

Silvio
Silvio
19 dias atrás

Melhor o Djoko vir disputar no Rio de Janeiro.

Marcio
Marcio
19 dias atrás

Nem sei o q ele foi fazer lá,,,, implorou pra entrar no torneio pra fazer isso????? Novak está totalmente desmotivado até agora,,,, não tem mais aquele sangue nos olhos.

Dam
Dam
19 dias atrás

O cara ( Djoko) joga sua 1 partida em RG no domingo, estranho se ele fizesse final no sabado rsrs Inteligente ele,agora o ruud vai jogar 2 sabado, e domingo RG, pouco Inteligente, EU acho.

Matheus Dalcim
Editor
19 dias atrás
Responder para  Dam

Não necessariamente, já que a primeira rodada em Paris será diluída em três dias. Inclusive a parte de cima da chave masculina, onde estão Ruud e Djokovic, será disputada entre segunda e terça-feira, enquanto a parte de baixo acontecerá entre domingo e segunda-feira. No feminino, o oposto: parte de cima no domingo e segunda, e parte de baixo na segunda e terça.

Dam
Dam
19 dias atrás
Responder para  Matheus Dalcim

Nao, ja esta definido o dia, domingo para ambos.

Matheus Dalcim
Editor
19 dias atrás
Responder para  Dam

Você deve estar se baseando no Google, que faz apenas uma previsão (que muitas vezes não se confirmam), mas nem o próprio torneio divulgou a programação oficial ainda. Apenas o que se sabe são as informações que citei aqui.

José Andrade
José Andrade
19 dias atrás

Se não for longe em Roland Garros vão dizer que está poupando para Wimbledon. A verdade é que o tempo é implacável com todos. E não está sendo diferente com ele.

Felipe
Felipe
19 dias atrás

De verdade, tinha grande convicção qie ele perderia. Derrota estratégica, jogou 2 jogos, pegou ritmo, e tem que chegar logo a Paris para treinar, se.ambientar.
Vocês acham que ele.iria jogar a final domingo paea estrear segunda??? Nem a pau.
Certeza mais que absoluta que entregou.

PRGF
PRGF
19 dias atrás

Essa derrota tem uma cara de:
“Ja peguei ritmo, vou me poupar para RG…”

E teve algumas outras estranhas essa semana… Até mesmo da Bia e do Wild…

Não deve ser fácil explicar para os torneios em semana anterior a GS, explicar essaa situações para os patrocinadores…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE