PLACAR

Luz e Zormann vão às quartas na Argentina, Romboli estreia bem

Fernando Romboli e o português Gonçalo Falcão (Foto: Federação Portuguesa)

Buenos Aires (Argentina) – O Brasil terá pelo menos dois representantes nas quartas de final da chave de duplas no challenger de Buenos Aires. Nesta quarta-feira o gaúcho Orlando Luz e o paulista Marcelo Zormann passaram pela estreia, enquanto o também paulista Mateus Alves e o pernambucano João Lucas Reis tiveram sua partida suspensa durante o match-tiebreak.

Primeiros a entrarem em quadra, Luz e Zormann tiveram grande trabalho para derrotarem o uruguaio Ignacio Carou e o argentino Hernan Casanova por 7/6 (7-4), 3/6 e 11-9, em 1h47 de disputa. Cabeças de chave 2, os brasileiros chegaram a salvar um match-point na parcial decisiva quando o placar apontava 9-8 para os rivais, que ainda tinham o saque para fechar o jogo. No entanto, a dupla nacional conseguiu reagir e venceu três pontos em sequência para liquidar a classificação.

O próximo desafio de Orlandinho, 125º do ranking de duplas, e Zormann, 118º colocado, será contra os alemães Jakob Schnaitter (218º) e Mark Wallner (255º), que derrotaram na primeira fase o canadense Liam Draxl e o suíço Damien Wenger por 6/3 e 6/4.

Já os cabeças 4 Matheus Alves e João Lucas Reis saíram atrás contra o boliviano Murkel Dellien e o argentino Mariano Kestelboim, que venceram o primeiro set por 6/4. Na segunda parcial, os brasileiros reagiram e fecharam por 7/5, levando a definição para o match-tiebreak. Murkel e Kestelboim tinha vantagem de 4-1 no momento da paralisação do jogo por causa de chuva.

O vencedor do duelo enfrentará na próxima fase o holandês Max Houkes e o austríaco Lukas Neumayer, que passaram pelo argentino Ignacio Monzon e o espanhol Carlos Sanchez Jover também em jogo de três sets.

Romboli avança em Portugal
Também nas duplas, o carioca Fernando Romboli venceu a primeira e está nas quartas de final do challenger de Oeiras 2, no piso duro coberto português. Ele e o anfitrião Gonçalo Falcão entraram como alternates e superaram na estreia a parceria do norte-americano Alex Lawson com o espanhol Sergio Gornes, pelo placar de 7/5 e 6/4.

Aos 35 anos, Romboli é o atual número 102 do mundo na especialidade e possui 17 títulos de challenger na carreira. Na próxima rodada, ele e Falcão, 565º do ranking, enfrentam a parceria cabeça 4, formada pelo indiano Arjun Kadhe, 106º colocado, e o britânico Marcus Willis, que ocupa a 156ª posição da ATP. Na estreia, eles passaram pelo convivados locais Tiago Pereira e Francisco Rocha por 6/1 e 6/4.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Bernardo Oliveira
Bernardo Oliveira
6 meses atrás

Grande Marcus “Cartman” Willis, de volta ao circuito

Andre Borges
Andre Borges
6 meses atrás

Zormann e Romboli desmancharam?

Mário Sérgio Cruz
Editor
6 meses atrás
Responder para  Andre Borges

O Romboli fixou residência em Portugal já há algum tempo, então é normal que ele dispute os torneios de lá. Mas em outros momentos da temporada, principalmente quando a maior parte do circuito for para a Europa e o Zormann também estiver lá, é muito provável que eles voltem a jogar juntos.

Ou então quando o próprio Romboli vier jogar alguns torneios por aqui, como foi no challenger de Brasília, por exemplo.

André Borges
André Borges
6 meses atrás
Responder para  Mário Sérgio Cruz

Obrigado!

Márcio
Márcio
6 meses atrás

Luz, Zormann e Romboli muito próximos do top 100, boraaaa!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE