PLACAR

Luz e Zanellato tentam vaga no Chile, Meligeni em Phoenix

Nicolas Zanellato (Foto: João Pires/Fotojump)

Santiago (Chile) – O challenger de US$ 82 mil que começará nesta terça-feira no saibro de Santiago poderá ter a presença de mais dois brasileiros. Orlando Luz e Nicolas Zanellato venceram seus jogos da primeira rodada do qualificatório e tentarão se juntar a Gustavo Heide, João Lucas Reis, Matheus Pucinelli e João Fonseca na chave principal.

Cabeça 4 do quali, Luz superou com boa margem o peruano Conner Huertas, por 6/2 e 6/4, e decidirá a vaga contra o local Ignacio Becerra, responsável pela queda de Wilson Leite, por 6/4, 2/6 e 6/4.

Zanellato por sua vez disputou apenas cinco games contra o duplista Marcelo Zormann, que entrou no quali devido à sobra de vagas mas desistiu por dores na lombar quando o placar era favorável a Zanellato por 3/2. Seu adversário será o romeno Gabi Boitan.

Cabeça 7 do quali, Pedro Boscardin foi superado pelo argentino Juan Bautista Otegui, por 6/0 e 6/2, e o duplista Fernando Romboli deu trabalho ao coreano e cabeça 3 Gerard Lee, caindo por 6/4, 6/7 (3-7) e 6/2.

Tanto Pucinelli como Fonseca aguardam justamente a definição do quali para conhecer seus adversários de primeira rodada. Heide terá pela frente o cabeça 1 e um dos nomes da casa, o chileno Tomas Barrios, e Reis joga contra o argentino e oitavo inscrito, Juan Manuel Cerúndolo.

Três parcerias totalmente brasileiras disputarão a chave de duplas: Zormann e Romboli serão cabeças 3, Reis atuará ao lado de Boscardin, Heide terá Marcelo Demoliner como parceiro e Luz repete a dupla que foi finalista no ATP local de duas semanas atrás com o chileno Matias Soto.

Meligeni joga quali em Phoenix
Realizado na segunda semana de Indian Wells e preparativo para o qualificatório do Masters 1000 de Miami, o challenger de Phoenix acabou muito concorrido e colocou nomes de peso na chave do quali. Foi o caso de Felipe Meligeni, que entrou de cabeça 6 e estreará contra Mitchell Krugger. Também jogarão o quali o ex-top 10 David Goffin e o chileno Cristian Garin.

Thiago Wild conseguiu lugar na chave principal de última hora, mas desistiu da competição e preferiu ir diretamente para Miami, onde deverá disputar o quali do Masters 1000 no começo da outra semana.

14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Boscardin tá constrangedor o nível.

Luz tem grandes chances de avançar, Zanelatto eu n apostaria..

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Refaelov

Tá mesmo. Acho que os dois tem chances de avançar. Mas o jogo do Zanellato é mais parelho e imprevisível

Marcelo Ikeda
Marcelo Ikeda
1 mês atrás

que derrota do Boscardin !!

Wilbert Ferraz
Wilbert Ferraz
1 mês atrás

Aeee! Apostei na derrota por desistencia do Zormann, igual havia acontecido no quali da semana passada, e me dei bem! Valeu garoto! Essa foi barbada.

André Borges
André Borges
1 mês atrás
Responder para  Wilbert Ferraz

Ele estudou na escola do Romboli, green mais óbvio do planeta. Qualquer um dos dois se aparecer no quali de simples pode por a casa, o carro, a esposa o que voce quiser na derrota por desistencia.

Larinha Filho
Larinha Filho
1 mês atrás
Responder para  Wilbert Ferraz

é realmente impressionante o que esses caras fazem quando entram num quali de simples! surreal!!!!

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

O Boscardin parecia ter um bom potencial,mas ultimamente só tem tomado taca,credo!

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás
Responder para  Matheus Ferreira

Pois é. Aconteceu algo com ele?? Ano passado foi ruim e esse ano segue mal.

Rogério Falco
Rogério Falco
1 mês atrás

Luz deve passar, Zanellato já é mais difícil. Vamos acompanhar o Fonseca, muita expectativa em cima dele. O Heide se deu mal no sorteio, vai enfrentar a principal esperança da casa, pra quem ele inclusive perdeu na primeira rodada do Rio Open.

Fabricio
Fabricio
1 mês atrás
Responder para  Rogério Falco

É castigo pro Heide por ser tão preguiçoso kkkkk

Jorge Luiz
1 mês atrás

Boscardin terrível, acho que o Luz avança, o Heide pega o cabeça 1 , se jogasse mais torneios estaria melhor ranqueado e quem sabe seria cabeça de chave, escapando desse tipo de adversário na primeira rodada

Scott
Scott
1 mês atrás

Semana de pangarecídio à vista!

Mauro Amoedo
Mauro Amoedo
1 mês atrás

Por que Rafael Matos não está jogando em Indian Wells?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE