PLACAR

Keys derruba Gauff e enfrenta Jabeur nas quartas

Madison Keys (Foto: WTA)

Madri (Espanha) – No duelo de duas top 20 norte-americanas, prevaleceu a mais experiente. Aos 29 anos de idade, Madison Keys está classificada para as quartas de final do WTA 1000 de Madri, após derrotar a compatriota Coco Gauff, nove anos mais nova, por 7/6 (7-4), 4/6 e 6/4 em 2h30 de batalha.

Atual número 20 do mundo, Keys alcança a antepenúltima fase no saibro espanhol pela primeira vez na carreira, depois de sete eliminações em estreias e outras duas campanhas discretas, parando na segunda rodada em 2013 e nas oitavas em 2016. Com a campanha até aqui, a ex-top 7 está ganhando quatro posições e retornando ao 16º posto do ranking.

Gauff, por sua vez, segue sem ultrapassar a barreira das oitavas de final em Madri, repetindo seu melhor resultado, obtido em 2022. No ano passado, ela foi eliminada na terceira rodada. Mesmo sem melhorar de forma significativa sua pontuação, a jovem de 20 anos está assumindo pela primeira vez a vice-liderança do ranking, já que a atual número 2 do mundo, Aryna Sabalenka, defende o título do ano passado e precisa no mínimo chegar às semifinais para se manter no segundo posto. A bielorrussa entra em quadra ainda nesta segunda contra a também americana Danielle Collins, pelas oitavas de final.

Chuva de quebras e disputa acirrada

A partida entre Madison Keys e Coco Gauff ficou marcada pela inconsistência das sacadoras, com incríveis 14 quebras de serviço ao longo de todo o jogo, sete para cada lado. Na primeira parcial, quem teve mais a lamentar foi Gauff, que chegou a abrir 5/2 no placar e sacou para o set no nono game, mas não concretizou. Depois de uma troca de breaks, a definição foi para o tiebreak e Keys levou a melhor.

As duas jogadoras começaram o segundo set da mesma maneira, com uma quebra para cada lado na abertura da parcial. Elas voltariam a repetir essa troca de breaks no quinto e sexto games, mas Gauff acabou obtendo a vantagem definitiva no sétimo para então empatar o jogo.

Depois de um longo game inicial em que precisou salvar dois break-points, Keys foi quebrada de zero no quinto game e permitiu que Gauff abrisse 4/2 na sequência. No entanto, a finalista do US Open de 2017 foi buscar a virada e ganhou quatro games consecutivos, selando uma vitória suada.

Jabeur aplica ‘pneu’ e elimina Ostapenko

A próxima adversária de Madison Keys em Madri será Ons Jabeur. Campeã do torneio em 2022, a tunisiana mostrou que se sente muito bem na Caixa Mágica e eliminou a letã Jelena Ostapenko com as parciais de 6/0 e 6/4 em apenas 67 minutos de partida. Este será o terceiro duelo entre elas, com duas vitórias de Jabeur em sets diretos no piso duro norte-americano. Quem vencer, enfrentará na semi a ganhadora do duelo entra a polonesa Iga Swiatek e a paulista Beatriz Haddad Maia.

Com a vitória, Jabeur iguala sua melhor campanha na temporada, repetindo as quartas de final de Abu Dhabi. No entanto, ela não vencia dois jogos no mesmo torneio desde a campanha do título no WTA 250 de Ningbo, em setembro do ano passado. Ex-número 7 do mundo, ela se mantém por enquanto na nona colocação do ranking, mas poderá ganhar terreno se seguir avançando na competição.

Já Ostapenko vem em declínio na temporada, depois de começar 2024 levantando dois troféus de nível 500, em Adelaide e Linz. Agora, a letã já acumula seis eventos consecutivos sem passar das oitavas de final. Ao menos por enquanto, ela não tem o seu lugar no top 10 ameaçado, ocupando justamente a décima posição.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE