PLACAR

Kecmanovic surpreende Ruud de virada e desafia Monteiro

Miomir Kecmanovic (Foto: ATP Tour)

Roma (Itália) – Grande surpresa desta rodada de sexta-feira, o sérvio Miomir Kecmanovic está na terceira rodada do Masters 1000 de Roma. Depois de levar um “pneu” no primeiro set, o atual número 58 do mundo conseguiu uma grande virada sobre o norueguês Casper Ruud, quinto principal favorito da competição, e garantiu sua vaga com um triunfo por 0/6, 6/4 e 6/4 em 2h19 de partida.

Na próxima fase, Kecmanovic será o adversário do cearense Thiago Monteiro, que obteve outro ótimo resultado ao vencer o australiano Jordan Thompson em sets diretos e com isso retornará ao top 100 do ranking ao fim do torneio. O sérvio já enfrentou o brasileiro em outras duas ocasiões e levou a melhor em ambas. Em 2021, venceu de virada nas oitavas de final no ATP 250 de Buenos Aires, enquanto dois anos antes cedeu apenas três games na rodada final do qualificatório do Australian Open.

Jogando pela quinta vez na carreira no saibro romano, Kecmanovic nunca havia vencido uma única partida por lá. Curiosamente, em 2019 ele foi eliminado na segunda rodada do quali pelo próprio Ruud, caindo por 6/2 e 6/1. Em Masters 1000, ele soma agora 24 vitórias em 59 jogos, tendo como melhores resultados as quartas de final de Indian Wells em 2019 e 2022, e Miami também há dois 2022. Ex-top 30, o sérvio está ganhando momentaneamente três posições no ranking e assumindo o 55º posto.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Ruud, por sua vez, decepciona ao cair na estreia em Roma depois de alcançar três semifinais consecutivas no Foro Italico. Apesar de não conseguir defender a campanha do ano passado e perder 350 pontos, ele segue com boa vantagem em relação ao seu concorrente mais próximo no ranking. Atual sétimo colocado, ele está a 490 pontos de distância do polonês Hubert Hurkacz, que enfrentará o espanhol Rafael Nadal na manhã deste sábado, em confronto válido pela segunda fase.

Fritz e Korda farão duelo norte-americano

Ainda no quadrante de cima da chave, dois tenistas da casa deram adeus ao torneio. Ex-número 8 do mundo e convidado da organização, Fabio Fognini foi superado em sets diretos pelo norte-americano Taylor Fritz com parciais de 6/3 e 6/4. O 11º principal inscrito da competição terá pela frente o compatriota Sebastian Korda, 24º pré-classificado, que derrubou o também italiano Flavio Cobolli em jogo duríssimo que terminou com o placar de 7/6 (8-6), 4/6 e 6/4. Fritz venceu o único duelo anterior com Korda, nas oitavas do Masters 1000 de Monte Carlo em 2022.

Outro anfitrião que ficou pelo caminho foi o jovem Matteo Gigante, de 22 anos, que não teve chances diante de um inspirado Francisco Cerúndolo, cabeça 20 do torneio, caindo por 6/1 e 6/3. O argentino terá agora um duelo interessante contra o russo Karen Khachanov, 16º principal favorito, que aplicou um duplo 6/4 no cazaque Alexander Shevchenko.

Salvando o dia do tênis local, o quali Francesco Passaro se juntou a Luciano Darderi como únicos italianos a vencerem nesta sexta-feira, ao arrancar uma virada suada do holandês Tallon Griekspoor, cabeça de chave 23, marcando as parciais de 4/6, 6/3 e 7/6 (7-5) em 2h22 de partida. Atual 240º do mundo e ex-número 108, Passaro enfrentará o português Nuno Borges, que bateu o cazaque Alexander Bublik por 6/4 e 6/4.

20 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gilvan
Gilvan
9 dias atrás

Vai ser bem disputado esse jogo. Capaz de o Monteiro surpreender novamente.

Paulo Mala
Paulo Mala
9 dias atrás

Eita! Tudo dando certo pro Monteiro.
Tem aparecido adversários mais acessíveis esse ano. Se manter a confiança em dia, passa fácil

Guilherme
Guilherme
9 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Verdade… Tsistsipas no saibro é bastante acessível, Monfils tambem…

Matheus Vasconcelos
Matheus Vasconcelos
8 dias atrás
Responder para  Guilherme

kkk

Paulo Mala
Paulo Mala
8 dias atrás
Responder para  Guilherme

Monfils com certeza é acessível. O cara tem 38 anos, não aguenta muito e quase sempre esta mais focado em brincar em quadra do que ganhar…
O grego sim é difícil, mas foi só ele de complicado e ainda nem tanto pq ele vinha de sequência longa. Se não é o ex big 3, os caras não aguentam tantos jogos seguidos com o mesmo nivel

Andrade
Andrade
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Monteiro vindo do quali, várias partidas em dias seguidos, Tsisipas estava há alguns dias sem jogar, descansando. Realmente o Grego estava muito mais cansado…kkkkkkk. Paulo Mala vc é necessário, muito criativo pra elaborar teorias no quesito “o tenista brasileiro sempre vence porque o adversário estava com algum problema ou jogou mal”. É divertido ler suas teorias, continue.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
9 dias atrás

Este jogo do Ruud mostrou que o importante sempre é sair com a vitória e confirmou ainda mais a grande qualidade da Iga Swiatek. A Iga ganhou vários sets de 6/0 na carreira e talvez na maioria ou até na totalidade dos jogos, saiu com a vitória.

Grau
Grau
9 dias atrás

Abriu a chave….

Jose Carlos
Jose Carlos
9 dias atrás

Rudd é uma eterna decepção… derruba Djokovic, leva um torneio e depois regride. Nem deveria ser top-10 pelo que (não) joga nos momentos decisivos do circuito.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
9 dias atrás
Responder para  Jose Carlos

É melhor dar uma olhada em como se calcula os pontos do ranking da ATP. Pra estar bem posicionado no ranking não necessariamente precisa ganhar os torneios. Então, a posição do Ruud no ranking é totalmente merecida. O ranking é uma das coisas mais objetivas do tênis, não dá para contestar. O que pode ser contestado são os critérios de cálculo do ranking. Neste caso, o melhor é falar diretamente com a ATP e WTA.

Beto_poa
Beto_poa
9 dias atrás
Responder para  Jose Carlos

O cara bate o Djokovic, vence um torneio e faz final no seguinte e ainda é decepção? Kkk

Paulo Mala
Paulo Mala
8 dias atrás
Responder para  Jose Carlos

Acho fraco também. Ele ter sido top2 e com possibilidades de ser número 1 em determinado momento, só mostra como o nível de tenis enfraqueceu. Pelo menos entre o ano passado e hoje, o Alcaraz e o Sinner elevaram seus níveis, mas o resto…

Ricardo
Ricardo
9 dias atrás

Vai Monteiro ! Vamos mudar essa escrita com o Keké !! O momento é outro e é seu !!

Renato
Renato
9 dias atrás

Opa, vimos uma brecha aí!!!
O Kec é bom jogador, tanto que ganhou do ótimo Ruud, mas é bem instável tb.
Monteiro jogar o que vem jogando, tem boas chances. Tb acho que o jogo vai ser bom, independente do resultado…pra cima

Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
9 dias atrás

E o Ruud amarelou. Ficou com medo do Monteiro. kkkk. Brincadeiras a parte, depois de meter um pneu no primeiro set, tomou a virada do Kecmanovic. Monteiro pegará o bom tenista sérvio na 3º Rodada. Kecmanovic não vem tendo um grande ano, mas não é bobo no saibro, já venceu ATP na terra e ganhou do Thiago duas vezes, uma no saibro. Mas dá para o brasileiro continuar surpreendendo, principalmente se continuar jogando como está. Olha a chave abrindo. Já pode sonhar com Monteiro e Djokovic nas quartas de Roma??

Beto_poa
Beto_poa
9 dias atrás

Existe aquela tradição de que quando um jogador de menor ranking bate um top 10 esse dificilmente consegue continuar no torneio e perde após a grande vitória. Veremos…

João Sawao ando
João Sawao ando
9 dias atrás

Vamos Monteiro

Refaelov
Refaelov
9 dias atrás

Por mais q o jogo do Ruud tivesse bom “encaixe” com o do Monteiro, me parece indiscutível q, no papel, é mais negócio pegar o Sérvio doq um top 10 semifinalista nas 3 edições anteriores desse torneio..

Frank
Frank
9 dias atrás

Ansioso para assistir ao jogo entre Monfils x Ruud, o DUELO DE TRATORES.

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
8 dias atrás

acidente de percurso… ainda aposto no Ruud como grande favorito para Roland Garros

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE