PLACAR

Ingrid leva dura virada e para nas quartas de final

Ingrid Martins e Yana Sizikova (Foto: Transylvania Open)

Cluj-Napoca (Romênia) – Não deu para a carioca Ingrid Martins na chave de duplas no WTA 250 de Cluj-Napoca. Ao lado da russa Yana Sizikova, ela levou uma dura virada das norte-americanas Asia Muhammad e Caty McNally, caindo nas quartas de final com o placar de 2/6, 7/5 e 10-7, após 1h42 de jogo.

Cabeças de chave número 3, Ingrid e Sizikova começaram bem, anotaram quebra no primeiro game e no segundo salvaram três break-points para abrir 2/0. Elas ampliaram a vantagem mais tarde no quinto game ao bater o saque das norte-americanas uma vez mais, administrando o placar até o final para fechar o set inicial.

Na segunda parcial, a brasileira e a russa novamente venceram os dois primeiros games, mas desta vez não mantiveram a vantagem até o fim, levando uma quebra de volta no oitavo game. Muhammad e McNally tiveram um set-point devolvendo em 5/4, mas só empataram o jogo dois games depois, fazendo 7/5 sobre Ingrid e Sizikova.

O match-tiebreak que definiu o jogo também teve Ingrid e Sizikova na frente no começo. Elas chegaram a abrir 5-3 sobre as rivais, mas depois disso empacaram no placar e venceram apenas dois dos nove pontos seguintes, perdendo três dos quatro saques que tiveram até o final da partida.

“Hoje foi no detalhe, tivemos chance de abrir 5/3 no segundo set e a bola saiu por muito pouco. Aí o jogo ficou mais parelho, elas subiram de nível e a gente manteve, mas não foi capaz de ajustar algumas coisas a tempo. Méritos para elas. Saímos com boas sensações em quadra, dei meu melhor e joguei bem em muitos momentos. Agora é preparar para fazer melhor em Doha”, lamentou Ingrid, que joga em Doha com a taiwanesa Fang Wu.

Depois de eliminar as terceiras favoritas na competição, Muhammad e McNally terá pela frente a dupla da casa formada por Jaqueline Cristian e Andreea Mitu, que surpreenderam as cabeças de chave 2, a eslovaca Viktoria Hruncakova e a russa Alexandra Panova, com parciais de 6/4, 4/6 e 10-7.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Andre Borges
Andre Borges
22 dias atrás

Duro quando começam com esses papinhos “ain saiu por pouco”, “ain a bola bateu na fita se viesse pro nosso lado tudo mudava”, “ain tivesse encaixado aquela bola era outro jogo”. Melo era um gênio, mas mestre desse papinho furado também

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE