PLACAR

Ingrid consegue uma vitória inédita em WTA 1000

Ingrid Martins e Angela Kulikov (Foto: Guadalajara Open AKRON)

Guadalajara (México) – Depois de uma mudança de última hora nas adversárias, Ingrid Martins estreou com vitória na chave de duplas do WTA 1000 de Guadalajara. Ingrid e a norte-americana Angela Kulikov venceram a norte-americana Anna Rogers e a australiana Olivia Tjandramulia por 6/3, 6/7 (3-7) e 11-9 em 1h58 de partida.

Esta foi a primeira vitória em WTA 1000 na carreira de Ingrid Martins. Terceira melhor brasileira no ranking de duplas da WTA, ocupando atualmente o 58º lugar, a carioca de 27 anos já havia atuado em Montréal e Cincinnati em agosto. Também na atual temporada, Ingrid também jogou seus primeiros Grand Slam, Roland Garros, Wimbledon e US Open, e ganhou um WTA 250 na grama de Bad Homburg.

“Feliz com minha primeira vitória nesse nível de torneio, mas com vontade de fazer mais. Amanhã temos a oportunidade de jogar melhor e nos entrosarmos mais”, disse Ingrid após a partida. “As condições aqui são diferentes, com a altitude e a bolinha sem pressão. Mas essas adversidades fazem parte do tênis. Fico contente que a gente conseguiu superar isso tudo hoje”.

Superadas por Ingrid e Kulikov nesta terça-feira, Rogers e Tjandramulia entraram no lugar da norte-americana Danielle Collins e da holandesa Demi Schuurs, que se retiraram do torneio após a desistência de Collins por dores na região lombar. As próximas adversárias a japonesa Miyu Kato e a indonésia Aldila Sutjiadi, cabeças 8 em Guadalajara. A partida será às 14h (de Brasília) desta quarta-feira.

Vitória foi confirmada no oitavo match-point

A vitória de Ingrid e Kulikov começou a ser construída com uma quebra logo no game de abertura. Elas voltaram a pressionar o saque das adversárias e abriram 5/2. Mesmo perdendo a chance de sacar para o set, a vantagem era suficientemente confortável.

Já no segundo set, a brasileira e a norte-americana novamente construíram uma vantagem por 5/2, com duas quebras a favor e uma contra. Ingrid teve a oportunidade de sacar para o jogo, mas não conseguiu fechar. As adversárias salvaram match-point e buscaram o empate. Rogers e Tjandramulia ainda salvaram outro match-point no 6/5 e venceram a parcial no tiebreak.

No intervalo entre os sets, Kulikov recebeu atendimento da fisioterapeuta na coxa direita. Mas apesar do contratempo, ela e Ingrid começaram melhor no match-tiebreak, mantendo o saque e vencendo três pontos importantes nas devoluções. Com isso, abriram 9-4. Entretanto, foram necessários mais seis match-points até que a vitória fosse confirmada.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE