PLACAR

Iga faz nove games seguidos e volta a superar Collins

Foto: Katelyn Mulcahy/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Menos de dois meses depois de protagonizarem uma partida de 3h14 pelo Australian Open, Iga Swiatek e Danielle Collins voltaram a se enfrentar nesta sexta-feira, pela segunda rodada do WTA 1000 de Indian Wells. Mais uma vez, a número 1 do mundo saiu vencedora, mas num jogo muito mais tranquilo. Swiatek precisou de apenas 1h20 para marcar as parciais de 6/3 e 6/0, chegando a vencer nove games seguidos.

Esta foi a 15ª vitória de Swiatek em 17 jogos na temporada, que teve como destaque a conquista do primeiro WTA 1000 de 2024 em Doha, há três semanas. A polonesa de 22 anos tem bom histórico recente em Indian Wells, foi campeã em 2022 e chegou à semi no ano passado. Nos duelos diante de Collins, ela agora tem seis vitórias e apenas uma derrota.

“Primeiras rodadas não são fáceis, especialmente contra a Danielle que bate muito forte na bola. É uma adversária imprevisível. Acho que eu consegui cometer menos erros, aproveitei bem minhas oportunidades e joguei melhor nos break-points e momentos importantes no fim do primeiro set. Fico feliz por ter conseguido manter o foco no meu jogo, independentemente do que ela estivesse fazendo em quadra”, avaliou Swiatek, na entrevista em quadra.

A adversária de Swiatek na terceira rodada pode ser a jovem tcheca de 19 anos Linda Noskova, 29ª do ranking, ou a italiana Camila Giorgi, ex-top 30 e atual 106ª do colocada. A atual líder do ranking tem uma vitória e uma derrota contra Giorgi, em jogos disputados em 2019 e 2021, e perdeu para Noskova na terceira rodada do Australian Open em janeiro.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A partida de estreia de Swiatek em Indian Wells começou com alguns games longos e Collins não pode reclamar das oportunidades que teve. A polonesa vinha encarando alguns games longos no saque, com dificuldade para colocar o primeiro serviço em quadra e errando algumas devoluções e golpes de fundo, o que a fez perder uma chance de quebra logo cedo.

Quando o primeiro set estava empatado por 3/3, Swiatek escapou de um 15-40 e conseguiu confirmar o serviço em mais um game muito longo. Na sequência, conseguiu a única quebra de todo o primeiro set, e de zero. Mais confiante, fez um rápido game de serviço e fechou a parcial, vencendo 10 dos últimos 11 pontos do set.

Em vantagem no placar, Swiatek foi amplamente dominante no segundo set. Ela conseguiu três novas quebras e só voltaria a enfrentar break-points quando já sacava para o jogo e confirmou mais um ‘pneu’, cena frequente ao longo desses últimos anos de domínio do circuito. Ela já acumula 93 semanas como número 1 do mundo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE