PLACAR

Iga é novamente exigida e vence a 50ª no ano

Montréal (Canadá) – Assim como já havia acontecido nas duas primeiras rodadas do WTA 1000 de Montréal, Iga Swiatek foi novamente exigida nesta sexta-feira, mas conseguiu mais uma vitória. A número 1 do mundo precisou de três sets para superar a norte-americana Danielle Collins, ex-top 10 e atual 48ª do ranking, por 6/3, 4/6 e 6/2 em 2h20 para chegar à semifinal do torneio canadense.

Esta foi a vitória de número 50 na temporada para Swiatek. Aos 22 anos, a polonesa já conquistou três títulos, em Stuttgart, Roland Garros e Varsóvia e também disputou as finais de WTA 1000 em Dubai e Madri. Ela tem apenas sete derrotas em 2023. Apesar da pouca idade, a ainda jovem tenista tem 15 títulos no circuito e busca a 20ª final da carreira.

Swiatek passou por três finalistas de Grand Slam nesta semana em Montréal. Antes da vitória sobre Collins, ela também venceu os jogos contra as tchecas Karolina Pliskova e Karolina Muchova. Sua próxima adversária é a norte-americana Jessica Pegula, número 3 do mundo. A polonesa lidera o retrospecto por 5 a 2, com uma vitória para cada lado na atual temporada do circuito.

O jogo também marcou o fim de uma ótima semana de Collins no Canadá. Vinda do quali, a norte-americana de 28 anos derrotou grandes nomes na chave principal, Elina Svitolina, Maria Sakkari e Leylah Fernandez. Dessa forma, pode recuperar até 14 posições no ranking mundial. Finalista do Australian Open na temporada passada, a norte-americana chegou a ocupar a sétima posição há pouco mais de um ano.

A vitória de Swiatek nesta sexta-feira começou a ser construída com o melhor início início possível para a polonesa, que logo conseguiu uma quebra para abrir 3/0. Com seu tênis agressivo e jogando sempre de cima da linha da linha de base, a número 1 do mundo controlava os ralis de fundo e voltou a quebrar para fazer 5/1. Collins até devolveu uma das quebras, mas a vantagem construída pela líder do ranking foi suficiente para fechar o set.

A vantagem da polonesa ficou ainda maior depois que ela conseguiu uma quebra no início do segundo set. E tudo indicava que a líder do ranking encaminharia uma vitória em sets diretos. Mas as oscilações nos games de saque a pressão que Collins colocava sobre seu segundo serviço fizeram a diferença. Com seus golpes mais retos, norte-americana buscou o empate por 2/2 e voltou a quebrar no último game. Iga chegou a salvar três set-points, mas não evitou a perda da parcial. Collins fez mais que o dobro de winners no set, 13 a 6.

A rodada de jogos longos na Quadra Central de Montréal seguiu com mais uma partida indo ao terceiro set. Mas a reação de Collins parou por aí. Swiatek não enfrentou break-points no terceiro set e cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço. Ela conseguiu duas novas quebras e definiu a disputa em três sets. Collins terminou o jogo com mais winners, 30 a 25, mas cometeu 31 erros 23 da polonesa. O jogo teve oito quebras, cinco a favor da líder do ranking.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE