PLACAR

Iga completa 100 semanas como número 1 do mundo na WTA

Foto: by Katelyn Mulcahy/BNP Paribas Open

Miami (EUA) – A polonesa Iga Swiatek alcançou uma marca expressiva nesta segunda-feira e se tornou a nona jogadora na história da WTA a alcançar os três dígitos em semanas como número 1 do mundo. Na semana passada, ela havia deixado a norte-americana Lindsay Davenport para trás e se isolado na nona colocação na lista das maiores líderes do ranking.

Swiatek assumiu a ponta pela primeira vez no começo de abril de 2022, com a aposentadoria da australiana Ashleigh Barty, e por lá ficou até o começo de setembro, acumulando 75 semanas consecutivas, no que foi a 12ª maior sequência da WTA. Após oito semanas de liderança da bielorrussa Aryna Sabalenka, ela retomou o número 1 e já tem 25 semanas nesta nova série.

Para alcançar a próxima na lista de maiores líderes do ranking, a belga Justine Henin, com suas 117 semanas, a polonesa precisa de mais quase cinco meses. Chegando nesta marca, Iga tem tudo também para alcançar Barty, que somou 121 semanas como número 1 do mundo. Já para chegar ao sexto posto a caminhada é mais longa até as 178 semanas de Monica Seles.

Veja todo o histórico das semanas na liderança na WTA

A distância da polonesa para suas rivais é considerável no momento, com 2.712 pontos de frente para Sabalenka, atual vice-líder do ranking, e 3.302 pontos para a norte-americana Coco Gauff, atual número 3 do mundo. Completam o top 5 da WTA a cazaque Elena Rybakina (4ª), campeã do WTA 500 de Stuttgart na semana passada, e a norte-americana Jessica Pegula (5ª).

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo
Paulo
29 dias atrás

Legal ver uma jogadora tão jovem com números tão expressivos e mantendo-os.

Paulo A.
Paulo A.
29 dias atrás

O número um feminino está em muito boas mãos. Iga e diferenciada. Adoro vê-la jogar.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
29 dias atrás

A Iga Swiatek está com mais de 2700 pontos de vantagem sobre a Aryna Sabalenka, segunda colocada. Eu sou fã da Iga e torço pra que ela consiga aumentar os seus números e se coloque entre as melhores da história. Acho legal quando aparece tenistas originários de países que não têm tanta tradição no esporte que conseguem se sobressair no circuito e alcançar o topo. Isso motiva e inspira muita gente.

melkizedeke
melkizedeke
28 dias atrás

Imagina se a IGA começasse a utilizar os slices e outras variações como voleio que a BARTHY tão bem executava, ficaria 10 anos no número 1 da WTA, pois, só batendo dos dois lados já ganha no mínimo 2 SLAMs por ano.

trackback

[…] (Espanha) – Em sua centésima semana como número 1 do mundo, Iga Swiatek iniciou a busca por um título inédito no WTA 1000 de Madri. Finalista do […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE