PLACAR

Heide e Pucinelli vencem e se enfrentam nas quartas

Foto: Directv Open Bogota

Bogotá (Colômbia) – Em rodada com três brasileiros em quadra, os paulistas Gustavo Heide e Matheus Pucinelli venceram seus jogos e avançaram às quartas de final do challenger de Bogotá, em quadras de saibro na Colômbia. É certo que um representante do país estará entre os semifinalistas, já que eles se enfrentam na próxima fase.

Heide, de 21 anos e 284º do ranking, venceu um duelo nacional contra o gaúcho Eduardo Ribeiro, 337º colocado, por duplo 6/4. Foi sua terceira vitória em quatro jogos contra Ribeiro no circuito. O jovem paulista está com o melhor ranking da carreira e vai melhorar ainda mais essa marca. Com os 25 pontos já garantidos, ele salta mais 20 posições.

Matheus Pucinelli, 342º do ranking, entrou em quadra logo na sequência e venceu o argentino Alex Barrena, 440º, por 6/1 e 6/3 em apenas 1h19. O paulista de 22 anos está se reaproximando do top 300 e pode voltar a esse grupo com mais uma vitória. Ele ainda está distante de seu recorde pessoal, a 190ª posição, alcançada em setembro do ano passado. O confronto com Heide é inédito no circuito.

Pelo mesmo torneio, o brasiliense Gilbert Klier está nas oitavas de final. Vindo do quali, o jogador de 23 anos e 584º do ranking só volta a atuar na quinta-feira, quando enfrenta o chileno Tomas Barrios Vera, principal cabeça de chave e 114º do mundo.

Orlando Luz faz quartas nas duplas
Na chave de duplas, o gaúcho Orlando Luz e o parceiro argentino Guillermo Duran venceram os norte-americanos George Goldhoff e Vasil Kirkov por 6/4, 6/7 (4-7) e 10-6. Os próximos rivais podem ser o dominicano Nick Hardt e o chileno Matias Soto ou o zimbabuano Benjamin Lock e o indiano Jeevan Nedunchezhiyan.

Já a parceria nacional formada por Fernando Romboli e Marcelo Zormann se despediu ainda na estreia. Os brasileiros foram superados pelos franceses Theo Arribage e Luca Sanchez, principais cabeças de chave, por 6/3 e 6/4.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE