PLACAR

Heide desperdiça chances e para na semi em Santiago

Gustavo Heide (Foto: Fotojump)

Santiago (Chile) – Chegou ao fim a ótima campanha de Gustavo Heide no challenger de Santiago. Disputando sua quarta semifinal neste nível de evento, o paulista de 22 anos e 240º ranking foi superado pelo experiente argentino Facundo Bagnis, ex-número 55 do mundo e quarto cabeça de chave da competição, com placar final de 6/4 e 7/6 (7-1) em 2h16 de partida.

Apesar da eliminação, Heide terá o melhor ranking da carreira na próxima semana, alcançando o 225º lugar, sete acima do seu recorde anterior, obtido em outubro do ano passado. No circuito challenger ele tem agora quatro semis, uma final e segue em busca do primeiro título.

Já o argentino Facundo Bagnis, de 34 anos, tentará o seu 18º troféu de challenger da carreira e o segundo no ano, depois de ser campeão em Buenos Aires no mês de janeiro. Atualmente na 147ª posição da ATP, ele está escalando 17 postos e assumindo provisoriamente a 130ª colocação. Se for campeão, pode chegar ao 119º lugar.

Seu adversário na final será o peruano Juan Pablo Varillas, 110º do mundo e segundo principal favorito do torneio, que na outra semi derrotou o canadense Liam Draxl por 6/3 e 6/2 em 1h47. Também ex-top 60 e com 28 anos de idade, Varillas busca o seu sexto troféu de challenger e o primeiro título desde 2022, quando triunfou em São Leopoldo justamente batendo Bagnis na decisão. Além desse duelo, o peruano e o argentino já se enfrentaram outras seis vezes, com mais quatro vitórias de Varillas, duas delas no circuito da ATP, e duas de Bagnis.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

O jogo deste sábado começou melhor para Gustavo Heide, que logo de cara conseguiu uma quebra de serviço e chegou a abrir 2/0, desperdiçando novo break-point no terceiro game, o que lhe daria boa margem de frente no placar. No entanto, Bagnis aos poucos foi impondo melhor seu jogo, conseguiu o empate no quarto game e salvou mais três breaks na sequência, evitando nova vantagem do brasileiro. Depois de um bom momento dos sacadores na partida, o argentino enfim conseguiu a quebra definitiva no décimo game.

Assim como no set inicial, foi Heide quem conseguiu a primeira quebra na segunda parcial, chegando a abrir 3/1. Depois um longo sexto game, ele não conseguiu manter a vantagem e viu Bagnis novamente empatar o jogo. O brasileiro ainda teve três chances de quebra no 4/4 antes de salvar um match-point no décimo game. Com isso, a definição foi para o tiebreak, e o argentino prevaleceu, perdendo apenas um ponto no desempate.

Gustavo Heide terminou a partida com seis aces (um a menos do que o rival) e cinco duplas faltas (quatro a mais que o oponente). Além disso, acertou apenas 51% do primeiro serviço, vencendo 65% dos pontos que colocou a primeira bola em quadra e 46% com o segundo saque.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Douglas
Douglas
1 mês atrás

parabéns!!!!

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás
Responder para  Douglas

Sim. Foi uma bela campanha. Avante por mais.

Marcelo Ikeda
Marcelo Ikeda
1 mês atrás

o jogo foi bem parelho mas nos pontos decisivos Bagnis foi melhor.

Antonio
Antonio
1 mês atrás

Chama a atenção e impressiona no Gustavo Heide, a péssima condição atlética e linguagem corporal, isso acaba vitaminando os adversários.
Para progredir na carreira tem que melhorar muito nesses aspectos.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás
Responder para  Antonio

Ele joga num desânimo que chega dar agonia!

Jorge Luiz
1 mês atrás

Único Brasileiro que eu vejo jogar bem TB é o Monteiro,os demais são péssimos

Scott
Scott
1 mês atrás

Um resultado esperado. Não cobrem do rapaz. Não tem bola pra muito mais do que um 150 do mundo.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

Heide perdeu boas chances,esteve com quebra acima em ambos os sets,e permitiu a reação do argentino, não sacou muito bem hoje e também cometeu muitos erros não forçados,bora pra próxima!!!

Rogério Falco
Rogério Falco
1 mês atrás

Jogo equilibrado. O Bagnis está numa fase melhor, foi vice recentemente no ATP de Córdoba. O Heide não era favorito neste jogo, bola pra frente, fez um bom torneio, venceu o Vera, cabeça de chave número 1, na primeira rodada.

Refaelov
Refaelov
1 mês atrás

Lamentável sobretudo pelo 1° set, onde teve chance pra abrir 2 quebras de vantagem e dpois abriu 0-40 pra ficar com uma quebra a frente, desperdiçando ambas as oportunidades e perdendo o set..

No 2° set jogou num nível mais próximo do restante da semana, salvou MP inclusive, no Tie Break foi muito mal realmente mas, é do jogo..

No frigir dos ovos foi uma boa semana(sobretudo pensando q estreiou contra o cabeça de chave n°1), vai bater o seu melhor ranking e se aproxima do Qualy de RG.. só espero q agora n venha com mais 3 semanas de folga para “recuperar o folego”..

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás

Parabéns Heide pela semana. Precisa corrigir o aspecto de mais garra nos pontos decisivos. Vamos pra próxima.

Fabricio
Fabricio
1 mês atrás

Tudo certo, bola pra frente. Só um conselho que eu daria ao Heide: arrume essa postura desanimada, vibre consigo mesmo, nunca vi um tenista de cabeça baixa fazer sucesso no circuito! Se for timidez, ajuste isso, vc é ótimo garoto, queixo pra cima e dane se o resto !

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE