PLACAR

Gauff enfim derrota Swiatek e busca seu maior título

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) – Superada pela polonesa Iga Swiatek nos sete primeiros duelos entre elas, a norte-americana Coco Gauff enfim quebrou a escrita e bateu a atual número 1 do mundo, levando a melhor na primeira semifinal do WTA 1000 de Cincinnati deste sábado ao marcar parciais de 7/6 (7-2), 3/6 e 6/4.

Gauff se tornou a finalista mais jovem do torneio e vai em busca do maior título da carreira, depois de perder as duas semifinais de WTA 1000 que disputara (Roma 2021 e Dubai 2023), curiosamente ambas conta Iga. Ela espera pela vencedora da semi entre a bielorrussa Aryna Sabalenka e a tcheca Karolina Muchova.

A tenista de apenas 19 anos tenta se tornar a primeira norte-americana a conquistar o título em Cincinnati desde Madison Keys, em 2019. Apenas três tenistas da casa já conquistaram o torneio. Além de Keys, também levantaram a taça da competição Lindsay Davenport (2004) e Serena Williams (2014 e 2015).

Em um duelo bastante equilibrado, levou a melhor quem se deu bem nos pontos importantes. No primeiro set, a polonesa deixou escapar a vantagem em duas oportunidades distintas e acabou levando a pior. Ela primeiro abriu 4/2, perdeu o break de vantagem, depois sacou em 5/3 e foi quebrada de volta novamente.

Depois de salvar um break-point no 11º game, Iga teve dois set-points no game seguinte, no saque de Gauff, que se salvou em ambas as oportunidades e levou a decisão para o tiebreak, em que largou com 4-0 e fechou com dominantes 7-2 para largar na frente no placar.

A polonesa não se abalou com o placar adverso e elevou o nível na segunda parcial, em que não cedeu uma chance de quebra sequer. Swiatek anotou uma quebra logo no terceiro game e administrou a vantagem até o final, conseguindo mais um break no nono game para assim fechar o set e empatar o confronto.

No terceiro e decisivo set foi também bastante parelho. Swiatek enfrentou 15-40 com o saque no sétimo game, salvou o primeiro break-point, mas não evitou o segundo. Na sequência, a polonesa teve um oportunidade de devolver a quebra imediatamente, mas Gauff foi firme e se salvou, mantendo o break de vantagem.

Gauff seguiu na frente no placar até sacar em 5/4 e não deu chances de recuperação para a rival, mas sofreu para fechar, perdeu três match-points e salvou um break-point antes de selar a vitória após 2h50 de batalha. Esta foi a sexta vitória da norte-americana sobre uma top 5 e a 11ª frente uma top 10.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE