PLACAR

Gauff brilha em Cincinnati e fatura seu maior título

Foto: Western & Southern Open

Cincinnati (EUA) – A final deste domingo do WTA 1000 de Cincinnati teve um duelo entre duas tenistas que nunca haviam ido tão longe neste nível de torneio. Responsável pela eliminação da número 1 do mundo Iga Swiatek na semi, a norte-americana Coco Gauff foi superior e levou a melhor para cima da tcheca Karolina Muchova, triunfando em sets diretos e com parciais de de 6/3 e 6/4, após 1h56 de jogo.

Com apenas 19 anos e 160 dias, Gauff se tornou a mais jovem campeã do torneio. Ela também é agora apenas a quarta tenista da casa a levantar a taça em Cincinnati, se juntado a Lindsay Davenport (2004), Serena Williams (2014 e 2015) e Madison Keys (2019). Ela tem agora cinco títulos no circuito em seis finais disputadas, sendo sua única derrota em Roland Garros 2022.

Vivendo grande momento, a jovem tenista tem brilhado nesta temporada de quadras duras na América do Norte, somando 11 vitórias nos últimos 12 jogos. Depois da eliminação na estreia em Wimbledon, ela foi campeã no WTA 500 de Washington, que era seu maior título até então, e alcançou as quartas de final no WTA 1000 de Montréal, perdendo para a compatriota Jessica Pegula, que depois foi campeã.

A conquista em Cincy dá a norte-americana uma premiação de US$ 454.500 e mais 900 pontos no ranking, que levarão Gauff da sétima para a sexta colocação no ranking, duas abaixo de sua melhor marca. Por sua vez, Muchova recebe um prêmio de US$ 267.690 e 585 pontos, aproveitando a campanha para entrar no top 10 pela primeira vez, indo do 17º lugar para o 10º na próxima segunda-feira.

No primeiro duelo entre duas estreantes em finais de WTA 1000 desde 2017, a juventude de Gauff acabou prevalecendo. Apesar do jogo bastante variado de Muchova, a tenista da casa foi mais consistente, anotou mais bolas vencedoras e menos erros não forçados. Ela também teve melhor aproveitamento de serviço, vencendo 58% dos pontos contra 49% da rival tcheca.

Gauff começou a partida confirmando o serviço no primeiro game e quebrando Muchova em seguida, mas sua vantagem durou pouco e a adversária devolveu o break no terceiro game. A norte-americana novamente ficou na frente no placar ao marcar 4/2, mas outra vez perdeu o saque no game seguinte. Contudo, a tcheca levou outro break no oitavo e então a tenista da casa tratou de confirmar para fazer 1 a 0.

Na segunda parcial, a norte-americana conseguiu uma grande arrancada, saindo de 1/2 para fazer 5/2, com quatro games e duas quebras seguidas. Muchova não se entregou e devolveu um dos breaks quando a rival sacou para fechar pela primeira vez, salvando três match-points no processo.

Sacando para sobreviver no jogo, a tcheca de 26 anos enfrentou uma situação delicada no game. Pressionada com 0-30 no placar, Muchova teve que fazer uma pausa porque um espectador passou mal. Ela mostrou poder de concentração na volta e venceu os quatro pontos que precisava. Gauff então serviu para o jogo pela segunda vez e agora não teve problemas, vencendo o game de zero.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE