PLACAR

Gauff bate compatriota e pega algoz de Fernandez

Foto: Jimmie48/WTA

Melbourne (Austrália) – A norte-americana Coco Gauff segue imbatível neste começo de temporada. Nesta quarta-feira, ela anotou sua sétima vitória seguida em 2024, batendo a compatriota Caroline Dolehide em sets diretos, com o placar final de 7/6 (7-2) e 6/2, depois de 1h44 de confronto.

Com apenas um set perdido neste ano, a atual número 4 do mundo terá pela frente mais uma compatriota, enfrentando Alycia Parks na próxima fase. A norte-americana de 23 anos e atual 82 do mundo surpreendeu a canadense Leylah Fernandez com parciais de 7/5 e 6/4.

Será a primeira vez que as duas norte-americanas medirão forças no circuito. Atual campeã do US Open, Gauff tenta alcançar as oitavas em Melbourne pela terceira vez, enquanto Parks faz a melhor campanha da carreira em Grand Slam, vencendo suas duas primeiras partidas no torneio.

Gauff terminou a partida com 20 bolas vencedoras e 26 erros não forçados, enquanto do outro lado Dolehide acertou 17 winners e cometeu 41 erros não forçados. A quarta favorita também se destacou nos break-points, converteu quatro dos sete que teve e salvou seis dos oito que enfrentou.

Outra norte-americana que seguiu adiante na chave foi Amanada Anisimova, que manteve o embalo depois de eliminar na estreia a russa Liudmila Samsonova, 13ª pré-classificada, e agora bateu a argentina Nadia Podoroska por 2 sets a 0, com o placar final de 6/2 e 6/3, em apenas 64 minutos.

Na terceira rodada, Anisimova enfrentará a espanhola Paula Badosa, que após vencer só um jogo em Slam no ano passado, mostra sinais de recuperação. Ela superou um bom teste na segunda rodada, vencendo a russa Anastasia Pavlyuchenkova em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/3.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Bukele
Bukele
1 mês atrás

Quartas de final pode ser Bia x Coco Gauff. Torçam pra americana cair antes das QF, pra abrir o caminho da Bia

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE