PLACAR

Garcia elimina Gauff e faz quartas, Azarenka avança

Foto: Maria Christina Acosta

Miami (EUA) – Pela primeira vez desde o título do Finals em 2022, Caroline Garcia conseguiu vencer uma adversária do top 10. Ex-número 4 do mundo e atual 27ª do ranking aos 30 anos, a francesa derrotou a norte-americana Coco Gauff, terceira colocada, por 6/3, 1/6 e 6/2 para chegar às quartas do WTA 1000 de Miami.

“Já fazia um tempinho. Os últimos meses foram complicados, não tive um bom início de ano. Mas continuei trabalhando duro e segui otimista”, disse Garcia, após a vitória desta segunda-feira em três sets. A francesa chegou a precisar de atendimento para o ombro no fim do segundo set.

“Tenho a sorte de ter pessoas muito boas ao meu lado, para me ajudar e permanecer positiva quando estou passando por dificuldades. Significa muito ter esta pequena recompensa e continuar no torneio”, acrescentou a vencedora de 11 títulos no circuito. Ela chega às quartas em Miami pela primeira vez em sua 10ª participação na chave principal.

Garcia liderou a estatística de winners por 23 a 17. E por ser mais agressiva, também cometeu mais erros, 43 contra 35. Depois de vencer o primeiro set com apenas uma quebra e sem enfrentar break-points, a francesa não repetiu o desempenho na segunda parcial. Gauff chegou a liderar por 5/0 e ficou a um ponto de aplicar um ‘pneu’. No início do último set, ainda sentindo o incômodo no ombro, Garcia salvou quatro break-points. Mas depois, não teve mais o serviço ameaçado e conseguiu duas novas quebras.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A adversária de Garcia nas quartas será mais uma tenista da casa, Danielle Collins, que derrotou a romena Sorana Cirstea, 24ª do mundo, por 6/3 e 6/2. A francesa busca uma vitória inédita após três derrotas para a norte-americana. Collins, de 30 anos e ex-número 7 do mundo, é a atual 53ª do ranking e está na última temporada de sua carreira profissional. Ela já foi semifinalista de Miami em 2018 e chegou às quartas em 2022.

Azarenka volta às quartas após seis temporadas
Quem também garantiu vaga nas quartas foi Victoria Azarenka, ex-número 1 do mundo e tricampeã de Miami. A experiente jogadora de 34 anos e atual 32ª do ranking eliminou a britânica Katie Boulter, 30ª do ranking, com parciais de 7/5 e 6/1. Algoz de Beatriz Haddad Maia na terceira rodada, Boulter não havia enfrentado break-points no último sábado. Já nesta segunda-feira, a britânica sofreu com a pressão constante de Azarenka em seus games de saque. Historicamente reconhecida por suas devoluções, a bielorrussa criou 13 break-points e conseugiu quatro quebras, duas em cada set.

Azarenka foi campeã de Miami em 2009, 2011 e 2016. Ela não chegava tão longe no torneio desde 2018. Sua próxima rival é a cazaque Yulia Putintseva, 68ª do ranking. A bielorrussa venceu os dois duelos anteriores entre elas, ambos em três sets.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ronildo
Ronildo
26 dias atrás

Impressionante esta vitória da Garcia, pois a Gauff vinha tratorando até top 10.

Rodrigo
Rodrigo
26 dias atrás

Mamãe Vika mostrando um tênis diferente, sem pancadaria, gosto muito do jogo da Vika.

Luciano
Luciano
26 dias atrás

Bia poderia assistir o jogo da vika para aprender como derrotar a inglesa que não viu a bola e pra quem ela virou freguesa!!

Rodrigo
Rodrigo
26 dias atrás
Responder para  Luciano

Vdd. Assisti o jogo todo a britânica é mediana, não vejo esse potencial todo nela para Bia perder dois jogos seguidos, não é porradeira igual as carrascas da Bia. Precisa rever seus objetivos dentro do jogo a Bia.

Fernando romero
Fernando romero
26 dias atrás
Responder para  Luciano

Essa aula da Azarenka mostra o tamanho do buraco em que a Haddad Maia se meteu. Sofreu muito com a inglesa e a veterana em fim de carreira passeou na quadra no segundo set.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE