PLACAR

Garantida na lista, Andreescu espera voltar em Indian Wells

Foto: BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – Depois de um semestre inteiro sem disputar uma partida, a canadense Bianca Andreescu já tem data para voltar ao circuito. Garantida como a 32ª e última jogadora a entrar direto na chave principal do WTA 1000 de Indian Wells, a jogadora de 23 anos está na reta final da recuperação de uma lesão nas costas e corre contra o tempo para conseguir jogar no deserto californiano a partir da primeira semana de março.

O último jogo oficial de Andreescu aconteceu em agosto do ano passado, quando a vencedora do US Open de 2019 caiu na estreia do WTA 1000 de Montréal para a italiana Camila Giorgi. Apesar de inscrita para jogar em Indian Wells, onde foi campeã também há cinco anos, a tenista admite que ainda não está totalmente recuperada, mas espera adquirir condições de voltar a competir em menos de um mês.

“Estou chegando lá. Não estou 100% e nem é garantido, mas estou enfrentando isso dia após dia e realmente espero poder voltar e jogar em breve. [Tenho feito] muito trabalho de visualização e meditação para tentar acelerar o tempo de recuperação, além de passar muitas horas na academia, na reabilitação e na fisioterapia”, revelou em entrevista ao Tennis.com.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Atualmente na 144ª colocação da WTA, Andreescu utilizará o ranking protegido de 37ª para entrar direto na chave de Indian Wells. Em 2023, ela disputou apenas 31 partidas e venceu 15 delas. Seu melhor resultado foi a semifinal do WTA 250 de Hua Hin, há exatamente um ano. Fora de combate há quase seis meses, ela perdeu a disputa de dois Grand Slam no período, mas afirma que vem acompanhando tudo o que acontece no circuito.

“Não é divertido ver outros jogadores jogarem e você não pode disputar aquele torneio específico, mas foi bom assistir ao Aberto da Austrália e voltar a ver o ritmo das coisas. Muitas partidas foram malucas. Não fiquei surpresa com Sabalenka, mas Sinner… ele é incrível, mas não pensei que isso aconteceria tão cedo. Ele teve resultados incríveis, estou definitivamente feliz por ele”, falou sobre os campeões em Melbourne.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE