PLACAR

Fonseca é finalista do juvenil e tenta o número 1

Foto: Mike Lawrence/USTA

Nova York (EUA) – Depois de esperar por quase quatro horas nesta sexta-feira, João Fonseca completou sua vitória na semifinal do torneio juvenil do US Open. Brasileiro mais bem colocado no ranking da categoria, ocupando atualmente o sétimo lugar, Fonseca superou o italiano Federico Cina, 16º do mundo, por 6/4, 3/6 e 6/4. Além das duas 2h10 de disputa, a partida teve duas longas interrupções por conta do calor excessivo, incidência de raios e chuva em Nova York.

Fonseca tem a chance de sair do US Open como o novo número 1 da categoria. Ele terá um confronto direto pela liderança do ranking contra o canhoto norte-americano Learner Tien, atual 13º colocado, que venceu o francês Arthur Gea por 7/6 (7-5), 6/7 (5-7) e 6/1. A final será às 14h (de Brasília) neste sábado.

Dois tenistas brasileiros já foram campeões de Grand Slam juvenil em simples, o alagoano Tiago Fernandes na Austrália em 2010 e o paranaense Thiago Wild no US Open de 2018. Também em Nova York, o paulista Felipe Meligeni foi campeão de duplas em 2016. Entre os brasileiros que foram número 1 do ranking juvenil estão Fernandes em 2010 e o gaúcho Orlando Luz em 2015.

Apesar de ter sofrido uma quebra logo em seu primeiro game de serviço, e começado a partida perdendo por 2/0, Fonseca logo assumiu o controle da partida no primeiro set. Ele buscou o empate de imediato, voltou a quebrar no sétimo game e não teria mais o saque ameaçado até o fim do set.

Assim como na primeira parcial, Cina começou melhor no segundo set e venceu 12 pontos em 15 possíveis para abrir 3/0. Só então, Fonseca voltou a confirmar o serviço, mas logo depois a partida foi interrompida por causa do forte calor. O jogo ficou parado por mais de uma hora. Na volta, o brasileiro devolveu a quebra e buscou o empate por 3/3. Mas pouco depois, ele voltou a ter o serviço pressionado pelo italiano, que igualou a partida.

Ainda que a temperatura estivesse mais amena, o andamento jogo passou a ter mais uma ameaça. O árbitro de cadeira paralisou a disputa por causa do risco de raio, diante também da previsão de chuva para Nova York, o que acabou se confirmando no fim da tarde, quando os tenistas já estavam fora da quadra.

Quando a partida foi finalmente retomada, Fonseca continuou muito firme nos games de serviço, confirmando os saques de forma bastante tranquila. Cina, por sua vez, sofria pressão constante no saque e salvou sete break-points em dois games distintos. Já quando vencia por 5/4, o brasileiro finalmente conseguiu a única quebra do terceiro set para chegar à vitória.

Adversário disputou a chave principal em Nova York
Adversário de Fonseca na final, Learner Tien recebeu convite para a chave principal do US Open e jogou contra o top 10 Frances Tiafoe na primeira rodada, sendo superado com parciais de 6/2, 7/5 e 6/1. Tien fez um bom primeiro semestre no circuito juvenil. Ele chegou ao quarto lugar no ranking mundial da categoria após uma final do Australian Open e a semi de Roland Garros.

O jovem norte-americano também foi campeão de duplas em Melbourne e dá os primeiros passos no tênis profissional já com um título de simples e dois de duplas em torneios da ITF. Atualmente ocupa o 700º lugar no ranking da ATP.

Final feminina entre tcheca e norte-americana
A final feminina será entre a tcheca Tereza Valentova e a norte-americana Katherine Hui. Nas semifinais desta sexta, Valentova venceu a eslovaca Renata Jamrichova por 3/6, 6/4 e 6/3, eliminando a principal cabeça de chave do torneio. Já Hui evitou uma final tcheca, ao derrotar Laura Samsonova por 6/2 e 6/3.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE