PLACAR

Fernandez tenta volta aos títulos contra Siniakova

Foto: Prudential Hong Kong Tennis Open

Hong Kong (China) – Ainda na luta por recuperação da confiança e do ranking, a canhota canadense Leylah Fernandez avançou neste sábado à final do WTA 250 de Hong Kong e buscará seu primeiro título em 28 meses diante da tcheca Karolina Siniakova, que por sua vez tenta repetir o sucesso na grama alemã de junho.

A vice-campeã do US Open de 2021 que hoje ocupa o 60º lugar do ranking superou na semifinal a russa e cabeça 5 Anna Blinkova, com parciais de 6/2 e 7/5. Siniakova por sua vez é a 85ª colocada no momento e venceu com autoridade a italiana Martina Trevisan, por 6/4 e 6/2.

“Foi uma partida muito dura, Anna bate com muita força na bola e anda confiante”, afirmou Fernandez, que tenta ganhar um WTA pela terceira temporada consecutiva. Seu último título aconteceu no piso duro de Monterrey. “Joguei bem o primeiro set, mas depois ela foi muito agressiva. Lembrei do que meu técnico falou: aprecie o momento e tente dar um espetáculo. Acho que estou achando meu jogo novamente”, afirmou a tenista de 21 anos.

Fernandez passou por suas tenistas jovens na semana, a promissora Mirra Andreeva e a forte Linda Fruhvirtova. Na partida deste sábado, anotou 29 winners. “Estou progredindo, me mostrando mais ofensiva a cada partida e atingindo os objetivos. Espero que logo chegue no nível que espero”.

Siniakova tem mostrado desempenho sempre muito consistente nas chaves de duplas, ao lado de Barbora Krejcikova, mas voltou a conquistar um WTA de simples em Bad Homburg, o quarto de sua carreira. Ela não ia tão longe na quadra dura desde o vice em Shenzhen de 2018. Seu único título no piso foi também em Shenzhen, em 2017.

Depois de uma passagem sem brilho pelo verão americano, Siniakova voltou a ganhar dois jogos seguidos em Ningbo e nesta semana perdeu apenas um set. Nas quartas, superou a antiga campeã Anastasia Pavlyuchenkova, a russa que eliminou Beatriz Haddad Maia na segunda rodada.

Fernandez e Siniakova se cruzaram apenas uma vez, na segunda rodada de Roland Garros do ano passado, e a canadense venceu.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE