PLACAR

Ex-técnico de Federer e Wawrinka tem pé amputado

Estocolmo (Suécia) – Ex-técnico dos suíços Roger Federer e Stan Wawrinka, o sueco Peter Lundgren perdeu a batalha pelo pé esquerdo após uma longa estadia no hospital. Ele fraturou o tornozelo e a lesão não cicatrizou como esperado. Além disso, os problemas foram agravados pelo fato de ele sofrer de diabetes tipo 2.

O sueco divulgou a triste notícia no Facebook. “Gostaria de fazer uma atualização. Infelizmente, tive que amputar meu pé esquerdo há dez dias. Tive que aceitar a amputação da perna porque a circulação sanguínea não estava normal. Agora me sinto bem, comecei a recuperação”, escreveu Lundgren.

Em setembro, Lundgren fraturou o tornozelo esquerdo e teve que ficar muito tempo internado para curar a lesão e tratar a infecção. Porém, o processo de cicatrização foi dificultado devido à má circulação e o treinador de 58 anos teve a perna cortada um pouco abaixo do joelho.

Lundgren foi tenista profissional e chegou a ser número 25 no ranking mundial, competindo na era de ouro do tênis sueco junto com Bjorn Borg, Stefan Edberg e companhia. Ele conquistou três títulos no circuito ATP e mais tarde tornou-se um treinador.

Além da passagem de sucesso com Federer, entre 2000 e 2003, quando o suíço venceu seu primeiro Grand Slam, ele também treinou outros jogadores importantes como Marat Safin, Stan Wawrinka, Marcos Baghdatis e Grigor Dimitrov. Mais recentemente, o sueco trabalhou como mentor e conselheiro do promissor suíço Dominic Stricker.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE