PLACAR

Djokovic volta a superar Alcaraz e reencontra Sinner na final

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Pela terceira vez em quatro duelos neste ano, Novak Djokovic superou Carlos Alcaraz, garantindo assim um lugar na decisão do ATP Finals. Seis vezes campeão do torneio, o número 1 do mundo marcou as parciais de 6/3 e 6/2 em apenas 1h28 de partida, na semifinal deste sábado em Turim.

Djokovic agora lidera o histórico de confrontos contra Alcaraz por 3 a 2. Este ano, ele já havia vencido em Roland Garros e Cincinnati, enquanto o espanhol levou a melhor na final de Wimbledon. O primeiro duelo entre eles foi no ano passado, em Madri, com vitória do tenista da casa.

Aos 36 anos, Djokovic tem a chance de se isolar como o maior vencedor do Finals. Ele está empatado com Roger Federer com seis conquistas. Na final deste domingo às 14h (de Brasília), o sérvio reencontra o italiano Jannik Sinner, para quem perdeu na segunda rodada da fase de grupos, na última terça-feira. Djokovic lidera o histórico contra Sinner por 3 a 1.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Enquanto o italiano de 22 anos e número 4 do mundo busca o 11º título de ATP e uma conquista inédita na carreira, Djokovic é um jogador super experiente em finais. Esta será sua 138ª final no circuito e o sérvio vai em busca do 98º título.

Embora tenha escapado de um 15-40 em seu primeiro game de serviço na partida, Djokovic logo estabeleceu o domínio do jogo. Ele não teve mais o saque ameaçado até o fim do primeiro set e conseguiu a única quebra já na reta final da parcial. Alcaraz até fez mais winners no set, 11 a 5, mas também fez mais erros, 9 contra 5 do sérvio.

Reconhecido pela qualidade de suas devoluções, Djokovic colocou pressão constante sobre os games de saque de Alcaraz no segundo set. Ao todo, foram seis break-points em três games distintos. Ele largou com 3/1 e teve chance de ampliar a vantagem. Alcaraz confirmou o saque no difícil quinto game e depois teve dois break-points que poderiam empatar o set.

Djokovic fechou a porta no momento de maior pressão e ganhou muita confiança para voltar a quebrar e terminar a partida vencendo três games seguidos. Alcaraz terminou a partida com o dobro de winners, 22 a 11, mas também cometeu 22 erros contra 8 do sérvio. O espanhol disparou dez aces, cinco em cada set, mas sofreu três quebras e não aproveitou nenhum dos quatro break-points que teve na partida.

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE