PLACAR

Djokovic inicia busca do hepta em Paris com boa vitória

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Paris (França) – Começou bem a campanha do sérvio Novak Djokovic no Masters 1000 de Paris. Estreando direto na segunda rodada, o principal favorito ao título teve pela frente, nesta quarta-feira, o argentino Tomas Etcheverry, que até impôs um pouco de dificuldade no começo, mas depois acabou superado sem sustos pelo número 1 do mundo em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1h24.

Nas oitavas de final, ‘Nole’ terá pela frente o holandês Tallon Griekspoor, que deixou pelo caminho rivais como o norte-americano Christopher Eubanks e o espanhol Alejandro Davidovich Fokina. Será a terceira vez que eles medirão forças pelo circuito e o sérvio venceu as duas anteriores, a primeira no US Open de 2021 e a mais recente neste ano em Dubai.

Disputando com Carlos Alcaraz a liderança do ranking no final da temporada, com a eliminação precoce do espanhol em Paris, Djokovic tem tudo para ampliar a diferença entre eles e quem sabe praticamente garantir o número 1 com o título. Os dois começaram a semana separados por 500 pontos, mas agora a distância já sobe para 580 e pode chegar até 1.495.

Seis vezes campeão do torneio parisiense, o sérvio começou a busca pelo hepta com um bom desempenho de saque, vencendo 73% dos pontos disputados. Ele também anotou 21 winners e 10 erros não forçados em sua primeira partida no Palácio de Bercy, enquanto do outro lado Etcheverry teve 15 bolas vencedoras e apenas 4 erros não forçados no decorrer do confronto.

Em sua primeira partida desde a Copa Davis, o líder do ranking mostrou desenvoltura e foi melhorando conforme o jogo se desenrolou, tanto que só foi ter sua primeira chance de quebra no oitavo game, quando o rival argentino encarou dois break-points e acabou perdendo o saque no segundo. Djokovic então confirmou o serviço na sequência para abrir 1 a 0 no marcador.

Aproveitando o embalo, Djokovic venceu também os dois primeiros games da segunda parcial e chegou a faturar cinco em sequência. Jogando cada vez melhor, o sérvio ampliou a vantagem como mais uma quebra no quinto game. Depois disso, Etcheverry não teve forças para reagir e viu o número 1 confirmar os dois games de saque que precisava para sacramentar a vitória.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE