PLACAR

Djokovic fica a 10 pontos de fechar ano como nº 1

Foto: Corinne Dubreuil/ATP

Paris (França) – Apenas uma situação muito imponderável poderá impedir que Novak Djokovic obtenha outra façanha espetacular em sua carreira. A conquista em Paris neste domingo lhe rendeu mais 400 pontos no ranking e agora ele está muito perto de encerrar a temporada na liderança pela oitava vez.

Djokovic atinge o total de 9.945 pontos – na lista desta segunda-feira, a ATP também descontará automaticamente os pontos do ATP Finals do ano passado – e com isso estará 1.490 pontos à frente do espanhol Carlos Alcaraz, que caiu inesperadamente logo na segunda rodada do Masters 1000 parisiense e com isso estacionou em 8.455.

Portanto, bastara uma única vitória a Djokovic no Finals de Turim para somar 200 pontos e liquidar qualquer chance de Alcaraz o ameaçar. E ainda que não vença qualquer jogo, o espanhol ainda teria de ganhar o torneio de forma invicta e assim somar o total máximo de 1.500 pontos.

Ao mesmo tempo, Djokovic fica muito perto de atingir as 400 semanas como número 1. Ele somará 398 nesta segunda-feira e 399 na próxima, quando não há atualização da lista por estar no meio do Finals.

O título neste domingo também garantiu o prêmio de US$ 957 mil ao sérvio, que sobe seu total nesta temporada para US$ 11,5 milhões. Ele amplia assim o recorde absoluto de faturamento oficial em torneios, agora com US$ 176,2 milhões.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE