PLACAR

Djokovic comemora aniversário com 1.100ª vitória da carreira

Foto: Gonet Geneva Open

Genebra (Suíça) – Aniversariante desta quarta-feira, Novak Djokovic comemora 37 anos em quadra fazendo sua estreia no ATP 250 de Genebra. Apesar do mau tempo que chegou a interromper a partida, o número 1 do mundo conseguiu se dar de presente uma vitória e bateu o alemão Yannick Hanfmann em sets diretos, com um duplo 6/3 em 1h29 de partida.

Principal cabeça de chave no torneio suíço, onde resolveu jogar de última hora, pedindo um convite para a organização, Djokovic terá pela frente nas quartas de final o vencedor do embate entre Denis Shapovalov e Tallon Griekspoor. O sérvio tem ampla vantagem contra o canadense, com oito vitórias em oito jogos, e também ainda não perdeu para o holandês, com três vitórias.

Disputando o ATP 250 de Genebra pela primeira vez, pensando em uma melhor preparação para Roland Garros, o líder do ranking não conquistou títulos e nem fez finais ainda em 2024, com destaque para as semifinais no Australian Open e no Masters 1000 de Monte Carlo. Ele é o terceiro maior campeão da história da ATP com 98 troféus levantados.

Sérvio é o terceiro a atingir 1.100 vitórias no circuito

A vitória desta quarta-feira foi a 1.100ª da carreira de Djokovic em nível ATP, se tornando apenas o terceiro a alcançar tal marca na Era Aberta. Ele fica atrás apenas das 1.274 vitórias do norte-americano Jimmy Connors e das 1.251 do suíço Roger Federer.

“Estou muito feliz por vencer neste dia especial”, disse Djokovic, que recebeu um bolo de chocolate após a partida e dividiu o presente com os boleiros em quadra. “O aniversário provavelmente não seria o mesmo se eu não vencesse a partida, mas é bom estar aqui pela primeira vez neste torneio, com minha família vindo aqui para apoiar também. Não temos tido a oportunidade de nos ver muito ultimamente, então é muito legal. Estou aproveitando muito meu tempo dentro e fora da quadra”.

Jogo foi interrompido por chuva no fim do primeiro set

Os sacadores prevaleceram até o sexto game, quando Hanfmann enfrentou 0-40 e os três primeiros break-points da partida. O alemão até se salvou nos dois primeiros, mas não resistiu ao terceiro e acabou perdendo o serviço. Djokovic confirmou a vantagem em seguida, mas também foi pressionado saindo de 15-40 para vencer o game e abrir 5/2.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Hanfmann voltou a fazer um game de saque, diminuiu a vantagem de Djokovic para 5/3 e então veio a chuva, que paralisou a partida. Os jogadores primeiro ficaram em quadra, mas depois tiveram que deixar a quadra e o embate foi interrompido. Na volta, salvou cinco break-points antes de finalmente fechar o set.

O breve momento de instabilidade no saque do sérvio continuou no início da segunda parcial, e com isso ele sofreu uma quebra e saiu perdendo por 3/0. Mas Djokovic logo conseguiu recuperar o domínio da partida, para não ter mais o serviço ameaçado e controlar os ralis de fundo. Ele conseguiu três novas quebras e marcou seis games seguidos para fechar o jogo.

21 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
21 dias atrás

Neve, chuva e depois sol. O GOATaço não jogou bem: sofreu pra fechar o primeiro set e escapou de levar duas quebras no segundo. Porém, depois emendou uma sequência absurda de 6 games e comemorou o aniversário em quadra com bolo e tudo.

Como é bom ver jogos em inglês e sem intervalos comerciais. Viva o Star+.

Flávio
Flávio
21 dias atrás

Djokovic é um cara do bem demais, aqui fala um admirador do Maestro Federer que torço para ele atingir o 25 slam e ser o soberano para sempre, aí depois Alcaraz e Siner terão outras oportunidades que são ótimos jogadores também.

Jorge Luiz
Jorge Luiz
21 dias atrás

Vida longa ao rei dos reis,Novak Djokovic, maior e melhor tenista de todos os tempos

Vitor
Vitor
21 dias atrás
Responder para  Jorge Luiz

Sou fã do Djokovic, pra mim sem dúvidas o GOAT.
Mas rei dos reis é Deus.
E eu não sou frequentador de nenhuma igreja.

Thiago Pereira
Thiago Pereira
21 dias atrás

Happy Birthday ao maior de todos! Rumo ao 4°RG.

Última edição 21 dias atrás by Thiago Pereira
Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
21 dias atrás

kkkkkk tá desesperado com a iminente queda no ranking… não adianta, a ultrapassagem em RG será inevitável

Luiz
Luiz
21 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Desesperado nos seus sonhos. O goat não precisa provar mais nada! Inclusive seu Federer foi freguês do Djoko. Só resta para os federetes e nadazetes aplaudir o maior tenista de todos os tempos. Argumento vocês não tem mais nenhum!

Flávio
Flávio
21 dias atrás
Responder para  Luiz

O cara aí de cima, Federer eterno GOAT, esta em outro planeta só pode viu e olha que admiro demais também o maestro Federer. kkkk

Vera
Vera
21 dias atrás
Responder para  Flávio

Compartilho com você Flávio. Sou fã de Djokovic. Todos merecem respeito. Agora Federer?!
É inevitável e inquestionável sua importância e legado ao tênis assim TB como Nadal, Más Goat???? , aí é viajar na maionese.

Vera
Vera
20 dias atrás
Responder para  Flávio

Também sou fã de Djokovic más reconheço o quão importante foram para o tênis as conquistas de Federer e claro, Nadal; merecem todo respeito indiferente de preferências, mas daí a Goat!!! ?? Perda de tempo em discutir . Aí é viajar na maionese.

Última edição 20 dias atrás by Vera
CRAS
CRAS
21 dias atrás
Responder para  Luiz

O Federer eterno GOAT copiou e colou essa mesma msg de outras materias e comentarios sobre o Djoko. Não perca tempo com ele não. O problema dele é que o Federer, um dos maiores de todos os tempos, não aguentou o tranco contra o Djoko e o Nadal e desde de 2010 ganhou somente 4 Grand Slam enquanto Djoko e o Nadal prgaram todo o protagonismo para eles e venceram juntos mais de 30 Grand Slans. Isso reslmente frustrou o nosso amigo aqui

Luiz Neto
Luiz Neto
21 dias atrás
Responder para  Federer eterno GOAT

Calma , Djoko tem pontos suficientes para permanecer como nº 1 mesmo que perca na primeira rodada.

Lee
Lee
21 dias atrás

Djokovic agora joga só por diversão mesmo não tem mais records para bater e deve tá se dedicando mais a familia nesse momento e mesmo assim entra como favorito em Roland Garros. Se ele perder em Roland Garros ele não precisa provar mais nada a pressão agora é em cima do Sinner e Alcaraz os dois melhores da geração atual e também Medevdev e Zverev os dois melhores da geração anterior que só tem apenas um Slam conquistado pelo Medevdev.

Ana
Ana
21 dias atrás

To achando ele meio estranho…. O que acham?

RODRIGO
RODRIGO
21 dias atrás

Boa vitória do Goatinho sérvio contra um adversário poderoso.
Quem sabe , em breve, já poderá disputar um ATP 500. Vamos torcer!

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
21 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Engana-se, em breve ele disputará um 2.000, onde é o atual campeão.
Torça, à vontade.

CRAS
CRAS
21 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Olha outro frustado ai no grupo…

Gusmão
Gusmão
21 dias atrás

Força Djokovik.

trackback

[…] Ainda nesta quarta-feira, a partida entre o canadense Denis Shapovalov e o holandês Tallon Griekspoor foi suspensa por chuva quando Shapovalov liderava o placar 7/6 (9-7) e 3/3. O jogo será retomado às 8h (de Brasília) desta quinta-feira e o vencedor volta à quadra às 11h para enfrentar o número 1 do mundo Novak Djokovic. […]

Vera
Vera
20 dias atrás

PARABÉNS Nole! saúde e conquistas pra você!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE