PLACAR

Djokovic começa temporada com ótima vitória

Foto: ATP

Perth (Austrália) – Esperança de seu país para avançar na United Cup, Novak Djokovic teve uma exibição quase impecável em sua estreia na United Cup. O número 1 do mundo conteve a agressividade do chinês Zhizhen Zhang, 58º do mundo, e pouco a pouco dominou completamente a partida, finalizando com placar de 6/3 e 6/2.

A China, que venceu o confronto de estreia na United Cup e pode garantir neste domingo sua vaga nas quartas de final, tem agora o favoritismo no jogo feminino, em que a número 15 Qinzen Zheng enfrenta Olga Danilovic, 119ª colocada. Se a lógica prevalecer, Djokovic terá de voltar nas duplas mistas para tentar o ponto em cima do dueto chinês, que venceu a República Tcheca por 3 a 0.

Em seu estilo habitual, Zhang foi para a quadra disposto a arriscar o tempo todo e se deu bem nos primeiros games, com uso constante do forehand atrás das devoluções ainda não afiadas do adversário. Quando Djokovic começou a colocar mais bolas de volta, o chinês passou a ter dificuldade em achar buracos.

Djokovic desperdiçou um break-point num longo quarto game, mas logo depois confirmou a quebra de zero com golpes muito profundos e precisos. Mesmo com 58% de primeiro saque em quadra, não permitiu aventuras por parte do chinês, tendo perdido apenas seis pontos com o serviço a favor.

Mais relaxado e com ritmo adequado, Djokovic fez um segundo set ainda melhor, abrindo 4/0 com 100% de pontos com o primeiro saque e mais dois de seu total de sete aces. O chinês ainda evitou um match-point no sexto game jogando com coragem, mas não segurou o serviço do sérvio, que ficou apenas 75 minutos em quadra.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

A estatística mostrou que Zhang anotou mais winners (9 a 11), mas Djokovic foi notavelmente preciso e fez apenas nove erros diante de 29 do adversário.

 

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

Boa estreia do Craque, com um smash monstruoso do fundo e vários voleios perfeitos. Vamos conhecer a Danilovic para ver se há alguma chance nas mistas.

Gusmão
Gusmão
1 mês atrás

Força Djokovic.

Não sou um robô
Não sou um robô
1 mês atrás

Vai perder a final do AO pra Alcaraz esse ano.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Não sou um robô

Snif, snif.

Outro sofredor que não aguenta mais ver faixas com GOAT escrito em toda transmissão. Hoje tinha uma bem legal com um bode desenhado.

Neri Severo Malheiros
Neri Severo Malheiros
1 mês atrás
Responder para  Não sou um robô

Concordo contigo. Perderá a final, mas não será para o jovem Alcaraz. Será contra um robô. Tenha um 2024 menos amargo que 2023!

Francisco
Francisco
1 mês atrás
Responder para  Não sou um robô

Vc tá sonhando o melhor de todos os tempos só perde pra ele mesmo

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE