PLACAR

Djokovic coloca calendário em dúvida após o AO

Foto: ATP

Melbourne (Austrália) – Apesar de seguir dominando o circuito masculino e ser apontado como o principal favorito em todas as competições que participa, o sérvio Novak Djokovic começa a dar indícios de tirar um pouco o pé do acelerador. Em entrevista para o norte-americano Jim Courier no canal Sport Klub, o atual número 1 do mundo revelou algumas dúvidas sobre permanecer no circuito e uma possível aposentadoria, sem estipular um prazo específico para se retirar das quadras.

“Para ser sincero, estou um pouco dividido. Sempre há uma parte de mim que é o jovem que adora tênis e sabe tudo sobre o esporte, que dá a vida por isso. Esse menino ainda quer continuar. Por outro lado, sou pai de dois filhos e estou longe da minha família. Cada vez que viajo por um longo período de tempo, isso parte meu coração. Estou sempre pensando sobre o quanto devo jogar, quantos torneios, se vale a pena”, refletiu Djoko.

Ainda segundo ele, nem mesmo o calendário após o Australian Open está definido, mas que deverá priorizar os Slam e os Jogos Olímpicos em 2024. “Comecei esta temporada como sempre faço, chegando cedo à Austrália. Adoro jogar aqui, foi onde tive mais sucesso na minha carreira. Depois disso, não sei. Normalmente tenho sempre uma ideia clara de onde quero chegar, quais são os objetivos. Sei que os objetivos ainda são os Grand Slam e as Olimpíadas, mas fora isso não tenho ideia de quais torneios irei ou não disputar”, disse.

“Continuo com fome, quero continuar competindo. Posso correr por horas, mas é mais pelo aspecto emocional, que é a minha prioridade. Priorizei o tênis nos últimos 20 ou 30 anos, e não quero perder muitos momentos com meus filhos”, acrescentou Nole.

28 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gilvan
Gilvan
4 meses atrás

O que um exame anti-doping não faz na carreira de um atleta, não é mesmo? Temendo ser desmascarado depois da fuga do teste anti-doping no ano passado, o sérvio antivax passa a falar em aposentadoria. Não quer ser o próximo Lance Armstrong. Está certo ele.

Fábio
Fábio
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

O haterismo não tem limites. Triste.

Fábio Sena
Fábio Sena
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Esse mesmo comentário direcionado a Nadal ou Federer já teria sido excluído pelo site. É lamentável a parcialidade dos editores quando se trata do Djokovic.

Sandro
Sandro
4 meses atrás
Responder para  Fábio Sena

Concordo!!!
Essa censura é ridícula!!! Não publicam nada que eles não queiram!!!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Tenho uma pena de você.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Ele fez o exame. Continue se contorcendo e esperneando, pobre Gilvan terceirete. Nessa vida você não verá outro GOAT de todos os esportes além de DjokoGOAT.

Gilvan
Gilvan
4 meses atrás
Responder para  Paulo Almeida

Paulinho, eu e você sabemos que o Djocovid atrasou em várias horas a realização dos exames. Horas suficientes para fazer sumir do organismo substâncias como GH e diuréticos (estes empregados para esconder outras substâncias dopantes no organismo). Gabigol está ameaçado de ser expulso do futebol profissional por 4 anos por ter feito a mesma coisa que o Djocovid fez. Mas coitado, ele é só o Gabigol.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Eu acho bom você achar uma desculpa em relação ao domínio do sérvio no circuito. Pode ser bizarra e sem fundamento, mas ajuda a acalmar o seu sofrimento de terceirete. É o negacionismo tenístico levado ao grau mais elevado. Tenho que reconhecer que você superou o Sr. Sérgio Ribeiro no quesito fanatismo.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

A ITIA disse que ele não fez nada de errado (não há obrigatoriedade de se fazer o exame antes da partida) e o “caso” já foi arquivado.

Entretanto, se você acha que um naturalista que odeia medicina alopática (só toma remédio quando não tem outro jeito), não tomou vacina pra Covid e fez um procedimento cirúrgico mínimo no cotovelo vai se arriscar com substâncias ilícitas, pode continuar procurando pelo em ovo. ; – )

Pena que emojis não passam mais…

Gilvan
Gilvan
4 meses atrás
Responder para  Paulo Almeida

Calma, Paulinho, olha essa pressão.
Nem você acredita nessa história de medicina alopática e naturalismo do Djocovid. Estamos falando de um indivíduo que faz uso de câmara hiperbárica depois das partidas, que já defendeu o consumo de garrafadas como o Golden Mind e o Coated Silver e que enche o bucho de suplementos alimentares e todo tipo de veneno.
O problema do Djocovid é outro: negacionismo científico. Um cidadão que já defendeu que é possível purificar a água com a força da mente, que já foi garoto propaganda de um trampolim que ajustaria as energias do seu corpo, de montanhas mágicas na sérvia, que discutia com a esposa sobre como as vacinas instalavam o 5G no seu corpo por meio de nanorobôs… essa pessoa não é naturalista, é apenas um negacionista.
Mas esse personagem natureba vende bem. Veja a filha da Luiza Brunet, a Yasmin Brunet, que vendia o mesmo “lifestyle” e depois de entrar no Big Brother está sentindo os efeitos da abstencia do seu “vape”, uma espécie de cigarro piorada.

Sandro
Sandro
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Para com essa história de negacionista…. só não escrevo mais aqui pq o site gosta de vcs dizendo essas bobagens e não publicam opiniões diferentes

Gilvan
Gilvan
4 meses atrás
Responder para  Sandro

Não é negacionista não. Uma pessoa que acredita que é possível purificar água suja com a força da mente certamente é uma pessoa muito razoável, muito lógica e muito apegada ao cientificismo.
Aliás, as vacinas contra a Covid já foram lançadas há quase 4 anos. Ainda há motivos entre os negacionistas para dizer que a vacina é “perigosa” ou “experimental”?
Parece que vocês só querem mesmo encontrar algo que justifique seu negacionismo e as teorias da conspiração em que estão mergulhados.

Sandro
Sandro
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Procure ler artigos científicos das vacinas vc verá os prós e contras delas. Não posso falar mais nada aqui pq senão eles não publicam. Qto à purificação fa água desconheço quem fez essa afirmação ou acredita nisso. Não acredite na impressa, estude mas a fundo os assuntos que te interessa e fique em paz. Vc vai ver que sua vida vai melhorar qdo tiver uma visão mais ampla e real da vida, sem ser influenciado por opiniões manipuladas. Fique em paz!

Gilvan
Gilvan
4 meses atrás
Responder para  Sandro

Sandro, quem fez essa afirmação da purificação da água foi o próprio Djokovic. Tem vídeo disso na internet, é só se propor a procurar. Me parece que você só quer uma “visão mais ampla e real da vida” quando ela reafirma seus próprios negacionismos.
Quanto às vacinas, sinto muito por você e seus familiares. As vacinas já foram testadas e aprovadas por todos os órgãos relevantes, não apenas no Brasil, mas em todos os países do planeta. Quem ainda levanta dúvidas sobre a vacinação em pleno 2024 é pura e simplesmente um negacionista. Se você continua a negar a efetividade das vacinas (bom lembrar que são vários tipos de vacinas) até agora, não há o que vá lhe convencer. Só posso lamentar.

Sandro
Sandro
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Não nego vacina, existem várias e são muito eficazes. Em específico as vacinas da covid ainda estão em estudo, foram aprovadas, mas ainda em estudo, uma vacina pra ser realmente efetiva é aprovada, sem riscos ou com poucos efeitos levam anos de estudo e testes, procure ler artigos cientificos sobre isso… eu leio e tomo minhas decisões… procure ler vc. Alguns países proibiram o uso de algumas vacina da covid, se informe sobre isso… é uma pena ter censura aqui senão poderia enviar vários artigos científicos sobre isso.

José Nilton Dalcim
Admin
4 meses atrás
Responder para  Sandro

Por favor, encerre o assunto. Ou então passarei seu email pessoal para que vocês se conversem diretamente.

Sandro
Sandro
4 meses atrás
Responder para  José Nilton Dalcim

Concordo!!! Vamos falar de tenis!!!! E sobre o esporte o Djoko superou Nadal e Feder, isso é fato!!
Proteja os dados Lgpd!!! :)

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
4 meses atrás
Responder para  Gilvan

Que dó!

Emerson Laker
Emerson Laker
4 meses atrás

Uma coisa q eu digo, esse negócio de Djokovic ter 8 n1 e Federer 5 só se deu por que o suíço é 6 anos mais velho, talvez lá entre 12-15 a disputa tivesse sido realmente dura se o suíço fosse mais novo.
Em relação as derrotas, aí de fato não tem oq falar, as de GS, por exemplo, Federer sempre chegou na final jogando muito e sempre tremeu pra o sérvio, mas n1, aí não a idade ajudou o sérvio, sobretudo pq a geração seguinte a dele foi a de Nishikori, Raonic, Dimitrov e Goffin, aquela geração que o jogador bom esfrega as mãos, pq sabe que vem muito títulos diante desses jogadores

Paulo Almeida
Paulo Almeida
4 meses atrás
Responder para  Emerson Laker

Só bobagens. O último year-end do Federer foi em 2009, com míseros 28 anos, enquanto o Djoko conseguiu todos os 8 sempre com rivais à altura. O último foi numa luta intensa contra Alcaraz durante o ano inteiro de 2023 e com 36 anos nas costas. Isso se chama superioridade, tanto em tênis jogado quanto em longevidade.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
4 meses atrás
Responder para  Paulo Almeida

Sem falar que 4 dos 5 foram na entressafra 2003-2007 e em 2009 foi beneficiado pela lesão do Nadal.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
4 meses atrás
Responder para  Emerson Laker

Rapaz, até estava entendendo seu comentário, como torcedor de Roger Federer, apesar de não concordar, pois, Alcaraz e Sinner são de 14 a 16 anos mais novos e não deslancharam diante do sérvio.
Daí, tu vem dizer que as derrotas de Federer para Djokovic são aceitáveis, pois o suíço chegava inteiro em finais e tremia… zoneou a cabeça de todos que tinham boa vontade de te entender.
Como é que Djokovic construía seus títulos de #1 ao final das temporadas, senão, derrotando adversários (Federer etc) e ganhando torneios ao longo delas?
Existe outra forma de ser #1 no final?

Wilbert Ferraz
Wilbert Ferraz
4 meses atrás

Foi só os fãs de tênis ficarem tristes com a desistência do Nadal esse cara precisa dar um jeito de aparecer. Como gosta de um confete hein, todo mundo sabe que ele não vai parar.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
4 meses atrás

Como torcedor, apoio o Nole totalmente! Que foque apenas nos Slams! Não precisa se matar mais não!

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
4 meses atrás

Obviamente que os fãs do Federer e do Nadal vão sempre colocar em dúvidas a sinceridade do Djokovic nas entrevistas que ele concede. Nada de surpresa quanto a isso. Eu, particularmente, acredito nas palavras do Djokovic e acho que a fase mudou, muitos dos objetivos na carreira foram alcançados e realmente acredito que ele deve ficar dividido na organização do seu calendário a partir de agora. Tomara que ele possa jogar pelo menos os grand slams e master 1000, pois o Djokovic sempre é uma grande atração nesse esporte chamado Tênis.

Joselito
Joselito
4 meses atrás

Para mim ele está valorizando o passe. Meio que dizendo, quer me ver jogando, vai ter que desembolsar.

Sandro
Sandro
4 meses atrás

Tá certo ele, já ganhou td, não precisa de mais nada e tem grana pra só curtir a vida!

Ideon Carvalho
Ideon Carvalho
4 meses atrás

DjokoGoat…espetacular dentro e fora de quadras. Já conquistou tudo em décuplo e mais um pouco do que aspirava na vida. todos sabemos disso. ele relamente não precisa jogar mais muitos torneios mesmo não. jogando os GS e alguns Masters 1000 já está excelente. O Djokão está corretíssimo, pois família é tudo, filhos são presentes de Deus e deve-se aproveitar a melhor fase que é a da infância e do crescimento. O pai deve está perto mesmo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE