PLACAR

Djokovic avança em 3 sets e chega a 400 vitórias em Masters

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Indian Wells (EUA) – De volta ao Masters 1000 de Indian Wells depois de cinco temporadas, o pentacampeão Novak Djokovic venceu um jogo de três sets neste sábado. O número 1 do mundo superou o australiano Aleksandar Vukic, 69º do ranking, por 6/2, 5/7 e 6/2 em 2h10 de partida.

A partida de estreia na Califórnia foi a primeira que Djokovic fez desde a queda na semifinal do Australian Open para Jannik Sinner. O sérvio de 36 anos tem agora oito vitórias e duas derrotas na temporada. Ele enfrenta na próxima fase o italiano Luca Nardi, 123º do ranking e que entrou na chave como lucky-loser, após a desistência do argentino Tomas Etcheverry. Nardi derrotou o chinês Zhizhen Zhang por 6/3, 3/6 e 6/3.

Os dois primeiros títulos de Djokovic em Indian Wells foram nas edições de 2008 e 2011. Depois, ele conseguiu um tricampeonato seguido entre 2014, 2015 e 2016. Em sua última participação, na temporada de 2019, foi eliminado ainda na terceira rodada pelo alemão Philipp Kohlschreiber. Recordista de títulos de Masters 1000, com 40 no total, o sérvio consegue também sua vitória de número 400 em torneios deste porte.

Djokovic fez um primeiro set bastante seguro. Com uma quebra logo de cara e apenas seis pontos perdidos em seus games de serviço, o sérvio conseguiu se manter o tempo todo à frente no placar. E ainda voltou a quebrar no fim da parcial. Vukic terminou o set com mais winners, 10 a 8, mas também cometeu mais erros, 10 contra apenas 6 do sérvio.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Em vantagem no placar, Djokovic teve um relaxamento no início do segundo set e isso custou um início complicado para ele na parcial. Vukic conseguiu quebrar e ainda escapou de um 0-40 para abrir 3/0. O sérvio buscou o empate e jogou muito focado no 4/4, disposto a conseguir uma quebra e liquidar logo a partida, mas não conseguiu. Vukic manteve o serviço e conseguiu uma quebra no fim do set, com ótimo winner de devolução, para igualar a partida.

O último set começou equilibrado, mas não demorou para que Djokovic retomasse o controle das ações. O sérvio não enfrentou break-points e colocou pressão constante sobre os games de saque do australiano. Ele quebrou em sua terceira oportunidade na parcial e fez 3/2. Pouco depois, voltou a ameaçar o serviço do rival, que até salvou o primeiro match-point, mas não evitou a eliminação na segunda chance. Djokovic terminou o jogo com 24 winners e 22 erros não-forçados, contra 28 bolas vencedoras e 30 erros do australiano.

 

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

O GOATAÇO de todos os esportes segue sem convencer, mas batendo recordes a cada vitória e semana #1.

Gusmão
Gusmão
1 mês atrás

Força Djokovik.
Avante.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE