PLACAR

Djokovic admite provocação a Shelton no US Open

Foto: Simon Bruty/USTA

Melbourne (Austrália) – A polêmica comemoração de Novak Djokovic após superar o norte-americano Ben Shelton na semifinal do US Open do ano passado segue rendendo discussões. Na ocasião, ele imitou a celebração do adversário, gesticulando como se estivesse encerrando uma ligação telefônica na cara do oponente.

Irritado, o pai de Shelton afirmou na época que Djokovic claramente quis zombar de seu filho, o que foi negado pelo sérvio, que argumentou ter feito o gesto por achá-lo muito original. Quatro meses depois do ocorrido, o número 1 do mundo enfim admitiu o ato como uma resposta às provocações do rival.

A confissão do sérvio foi feita ao jornal francês L’Équipe nesta semana, confirmando sua intenção. “Foi uma reação contra ele, que não se comportou corretamente ou com respeito, nem em quadra e nem antes do jogo. Nunca vou tirar sarro de alguém se ele não fizer algo primeiro. Cada vez que perco, sempre dou um abraço no adversário, dou os parabéns, respeito ele e sua equipe. Se alguém se coloca na zona antidesportiva, eu reajo”, disparou Nole.

Diante da fala de Djokovic, Shelton foi questionado sobre o tema na coletiva de imprensa da última segunda-feira em Melbourne, mas preferiu amenizar o assunto e não criar mais debates.

“Não vi o que ele disse e não tenho mais nada a dizer. Tenho sido questionado constantemente sobre isso nos últimos quatro meses, mas prefiro deixar que tudo se acalme e eu simplesmente possa seguir em frente e desfrutar em quadra. Estamos na Austrália agora e não mais no Aberto dos Estados Unidos. Estou apenas focado neste torneio e grato por estar aqui”, disse.

19 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Adail Nicolau Linhares
Adail Nicolau Linhares
1 mês atrás

Nunca duvidei que o que Nole fez…foi provocação, pura e simples, como alguém que arremedo ou faz troça de outrem…Djoko quis mesmo zombar dele, Shelton, assim como Shelton, com o gesto de desligar telefone, zombava também dos adversários derrotados…RESPEITO pelos Adversários, SEMPRE!!

Ernesto
Ernesto
1 mês atrás
Responder para  Adail Nicolau Linhares

Que chatice, qual o problema em ter provocações genuínas e respeitosas!!

Jeferson
Jeferson
1 mês atrás
Responder para  Adail Nicolau Linhares

Nossa. Vai procurar o que fazer! Esses torcedores de Federer e Nadal vivem pra criticar o maior de todos os tempos. Superem!

Gilvan
Gilvan
1 mês atrás

Esse é um senhor de 36 anos de idade, bom ressaltar. Não estamos falando de uma briga de adolescentes, mas sim entre dois homens barbados, um deles o embaixador do tênis masculino.
Dá uma vergonha…

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  Gilvan

Por que não comentou o fato de Nadal ter virado embaixador do tênis saudita? Olhe que tem uma democracia legal lá kkkk

Gilvan
Gilvan
1 mês atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Paulo Sérgio, acho que a resposta é óbvia: um erro não justifica o outro. Por essas e outras, não fui defender o Nadal naquela reportagem, mas você veio prontamente defender o Djoko por aqui. O que eu disse antes de aplica aqui: dá uma vergonha…

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
1 mês atrás
Responder para  Gilvan

Mas você não criticou o Nadal em nenhum momento. Quando é o Djoko só falta falar que ele é genocida.
Acho que o problema não é o comportamento do rei do tênis.

Jeferson
Jeferson
1 mês atrás
Responder para  Gilvan

Chora aih torcedor de Federer e Nadal. Vocês vivem pra criticar o Djoko só porque ele superou os miss simpáticos que vocês adulam!

Rafael Lucena
Rafael Lucena
1 mês atrás
Responder para  Gilvan

Que briga? O cara só imitou a comemoração dele pra dar uma cutucada no marrentinho, nada além disso. Parece até que xingou, agrediu ou desmereceu alguém. A real é que o fato dele ser o maior de todos te incomoda tanto (afinal superou seu ídolo) que você claramente se apega a qualquer coisa pra criticar, tentando rebaixar ele com sua imaginação fértil. Foi uma imitação de comemoração, entendeu? Pq isso é briga na sua concepção? Pq é tão importante sendo que nenhum dos dois envolvidos falam nesse assunto!?

Gilvan
Gilvan
1 mês atrás
Responder para  Rafael Lucena

Quem realmente parecem incomodados são vocês, que fazem uma espécie de patrulha em todo post que trata do Djokovic. Qualquer crítica a ele soa como se fosse uma crítica pessoal a vocês.
Numa boa: vão se tratar. Isso não é normal não.

Porkuat
Porkuat
1 mês atrás

Tivesse sido macho e falado, “eu zuei o muleke mesmo porque me senti ofendido” e acabou o assunto.
Teve um monte de bocó que veio aqui falar “o Djokovid fez uma homenagem pro menino e vcs estão critiando o goat, ninguem gosta do goat, somos os sentinelas” . Cadê esse povo pra comentar? Falem o que quiser mas esse cidadão quer ser um “personagem”.

Jeferson
Jeferson
1 mês atrás
Responder para  Porkuat

Esses torcedores de Federer e Nadal inventam cada uma. O goat pode zoar quem ele quiser e fique tranquilo que ele não quer ser o miss simpatia do tênis. Deixa isso com Federer e Nadal!

Rodolfo C Silva
Rodolfo C Silva
1 mês atrás

Esse Sr desrespeita o tênis há muito tempo. A despeito de ser um super campeão, suas atitudes há muito tempo mostram isso. E não estou dizendo nenhuma novidade. Todos vêem. Mau perdedor. Basta olhar suas atitudes, olhares, gestual corporal, quando perde. Péssimo que o GOAT (DENTRO DE QUADRA) do tênis, seja ele. Que pena.

Sergio
Sergio
1 mês atrás
Responder para  Rodolfo C Silva

Concordo com que o Djokovic seja mesmo um jogador de tênis extraordinário. E também concordo com que Djokovic esteja mesmo tendo um péssimo comportamento na quadra, jogando fora todo o respeito e admiração pelo seu tênis. Porque não basta só ganhar. Tem que saber perder também. Agora, neste caso do Ben Shelton, o comportamento do americano foi desrespeitoso mesmo. Acabou levando o troco. De qualquer forma acho que os dois estão errados.

Jeferson
Jeferson
1 mês atrás
Responder para  Rodolfo C Silva

Pensamento de torcedor de Federer e Nadal. Só vocês acham isso. O cara é exemplo dentro e fora de quadra. Choro é livre pra vocês!

Sergio
Sergio
1 mês atrás
Responder para  Jeferson

A mídia mundial quase que em sua totalidade fez críticas ferrenhas com relação ao comportamento estapafúrdio do sérvio no caso “AO” de 2022. Entrou ilegalmente no país, desrespeitando as regras então vigentes em relação à COVID. Foi – de maneira corretíssima – deportado pelas autoridades daquele país. E a pergunta que fica é: qual seria o interesse das autoridades de deportarem o maior campeão da história do torneio?! Obviamente nenhum! Só que desrespeitar uma população inteira e quem a representa no governo não pode estar abaixo do interesse de apenas uma pessoa. Esse caso emblemático é o maior exemplo do péssimo comportamento do sérvio de alguns anos para cá.

Renato
1 mês atrás

Não acredito

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
1 mês atrás

Baby Shelton estava se comportando como um menino mimado. Achei ótimo o Djokovic ter atuado como espelho para ele. Depois, parece que o baby Shelton se mancou e parou com as suas babaquices, mas seu papai se comportou ainda pior do que o filho antes: como o papai que mima o filho. E assim, sem querer, Djokovic também acabou atuando como um palco da peça de 2a. categoria ‘Papy Shelton e Baby Shelton’.

Cabelo de Boneca
Cabelo de Boneca
1 mês atrás

Aos “Sentinelas”, vcs são igual o cotonete, cada hora falam uma coisa. Na época vcs falaram que não foi provocação e que as pessoas estavam pegando no pé do Djokovic , agora que o próprio xaropão admitiu que era provocação vcs “Sentinelas” vcs estão falando que tudo bem fazer provocação.
Como sempre falei dentro de quadra o cara é monstro e contra números não há argumentos, só que fora de quadra o cara é um mala e vcs “Sentinelas” insistem em negar isso. Alias acho que negar o obvio virou a nova moda, daqui a pouco vai ter gente falando que cinto de segurança não serve pra nada.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE