PLACAR

Dimitrov, Paul e Aliassime seguem, Rune perde de convidado francês

Arthur Cazaux, de 21 anos e 122º do mundo, derrotou Rune (Foto: Peter Staples/ATP Tour)

Melbourne (Austrália) – O início da temporada 2024 segue excelente para Grigor Dimitrov. Depois de conquistar o ATP de Brisbane na primeira semana do ano e encerrar um jejum de seis anos sem títulos no circuito, o búlgaro garantiu seu lugar na terceira rodada do Australian Open e marcou sua sétima vitória seguida. Dimitrov superou nesta quinta-feira o australiano Thanasi Kokkinakis por 6/3, 6/2, 4/6 e 6/4.

Atual número 13 do ranking, Dimitrov está com 32 anos e já foi semifinalista do Australian Open em 2017. O veterano búlgaro também chegou outras três vezes nas quartas. Seu próximo adversário será o português Nuno Borges, de 26 anos e 69º do ranking, que derrotou o espanhol Alejandro Davidovich Fokina por 7/6 (9-7), 6/3 e 6/3. Borges chega à terceira rodada de um Grand Slam pela primeira vez.

Também avançou o norte-americano Tommy Paul, semifinalista no ano passado e 14º do ranking. Ele superou o britânico Jack Draper, 55º colocado, com parciais de 6/2, 3/6, 6/3 e 7/5. Na terceira rodada, Paul enfrenta o sérvio Miomir Kecmanovic, que derrotou o alemão Jan-Lennard Struff por 6/4, 1/6, 7/6 (7-5), 1/6 e 7/6 (11-9).

O dia também foi de vitória para o canadense Felix Auger-Aliassime, que venceu o francês Hugo Grenier por 6/1, 3/6, 6/1 e 6/2. Aos 23 anos, ele faz sua quinta aparição em Melbourne e chegou às oitavas em 2022. Seu próximo rival pode ser o russo Daniil Medvedev, número 3 do mundo, ou o finlandês Emil Ruusuvuori.

Já o dinamarquês Holger Rune, número 8 do mundo, foi eliminado ainda na segunda rodada pelo convidado francês Arthur Cazaux, de 21 anos e 122º do ranking. Cazaux, que chegou a Melbourne sem nenhuma vitória em Grand Slam e com apenas uma em nível ATP na carreira, surpreendeu o dinamarquês com parciais de 7/6 (7-4), 6/4, 4/6 e 6/3.

Até então, Cazaux só havia jogado três chaves de Slam, duas em Roland Garros e uma no US Open. Rune, por sua vez, vinha cercado de grande expectativa, ainda mais após as inclusões de Boris Becker e Severin Luthi, ex-técnicos de Novak Djokovic e Roger Federer, em sua equipe. Ano passado, o dinamarquês foi até as oitavas.

O adversário de Cazaux na terceira fase será o holandês Tallon Griekspoor, que venceu um duelo de cinco sets contra o jovem francês de 19 anos Arthur Fils, 34º colocado, com parciais de 4/6, 6/3, 5/7, 6/4 e 7/5. Aos 27 anos, Griekspoor repete a campanha da temporada passada em Melbourne.

Hurkacz vence em cinco sets e encara o canhoto Humbert

Também no complemento da rodada desta quinta-feira, o número 9 do mundo Hubert Hurkacz teve trabalho para superar o jovem tcheco de 18 anos Jakub Mensik. O polonês precisou de cinco sets para vencer o atual 142º do ranking por 6/7 (9-11), 6/1, 5/7, 6/1 e 6/3.

Aos 26 anos, Hurkacz faz sua sexta aparição no US Open e tenta repetir a campanha do ano passado, quando chegou às oitavas. Seu próximo adversário é o francês Ugo Humbert, canhoto de 25 anos e 20º do ranking, que derrotou o chinês Zhizhen Zhang por 6/2, 5/7, 6/1 e 7/6 (7-3). O polonês venceu os dois duelos anteriores contra Humbert no circuito.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Emerson
Emerson
1 mês atrás

Lamentável um jogador top 10 perder na segunda rodada, para um jogador convidado, que chegou para disputar o AO, sem ter nenhuma vitória em Slam… Não se perde um jogo desses. Rune é um ótimo tenista, tem um enorme potencial, mas precisa amadurecer muito ainda.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE