PLACAR

Dimitrov dá show e volta a superar Alcaraz

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Miami (EUA) – Assim como havia acontecido no duelo mais recente, disputado no fim do ano passado em Pequim, Grigor Dimitrov voltou a superar Carlos Alcaraz e garantiu vaga na semifinal do Masters 1000 de Miami. O búlgaro marcou parciais de 6/2 e 6/4 em apenas 1h32 de partida. Foi sua segunda vitória em cinco jogos contra o espanhol no circuito.

Ex-número 3 do mundo e vencedor de nove títulos de ATP, Dimitrov está com 32 anos e faz a melhor campanha da carreira em Miami. Ele busca a 20ª final da carreira e a terceira em Masters 1000. Em torneios deste porte, foi campeão de Cincinnati ainda em 2017 e vice no ano passado em Paris. O atual 12º do ranking pode voltar ao top 10 se vencer mais uma.

O adversário de Dimitrov na semifinal desta sexta-feira às 20h será o alemão Alexander Zverev, número 5 do ranking. Zverev tem ampla vantagem no histórico de confrontos, 7 a 1, sendo que a única vitória de Dimitrov foi ainda no primeiro duelo entre eles, realizado ainda em 2014.

Por sua vez, Alcaraz não repetiu a semifinal alcançada no ano passado. O espanhol de 20 anos e campeão do torneio em 2022 pode ser ultrapassado no ranking por Jannik Sinner, caso o italiano conquiste o título. Sinner está na semifinal contra o russo Daniil Medvedev, vencedor da edição passada. E se ganhar, disputa a final contra Zverev ou Dimitrov.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A partida começou com quatro games muito longos e oportunidades para os dois lados, mas Dimitrov era quem prevalecia nos momentos mais importantes. O búlgaro conseguiu uma quebra cedo e escapou dos quatro break-points que enfrentou para sair vencendo por 3/0. E ele só não abriu 4/0 porque Alcaraz confirmou o serviço com dificuldade na sequência, salvando mais dois break-points. Depois disso, Dimitrov passou a confirmar seus serviços de forma mais tranquila e ainda voltou a quebrar com um excelente winner de backhand na paralela. Ao fim de 49 minutos de set, ele tinha 13 a 10 nos winners e cometeu um erro a mais, 9 a 8.

Logo no início do segundo set, Dimitrov voltou a quebrar e saiu vencendo por 3/1. O búlgaro fazia bom uso dos slices para não deixar o espanhol em situações confortáveis. Quando perdia por 4/1, Alcaraz ainda salvou um break-point e logo depois fez um game impecável para devolver a quebra após uma sequência de winners. A torcida empurrava Alcaraz, querendo mais jogo, e o espanhol buscou o empate por 4/4. Mas Dimitrov não se deixou abalar pela reação do espanhol, recuperou o bom ritmo no saque e foi agressivo para conseguir mais uma e fechar o jogo em sets diretos.

Dimitrov liderou nos winners por 24 a 18 e cometeu 17 erros contra 14 do espanhol. O búlgaro aproveitou quatro das oito chances de quebra que teve e perdeu apenas um game de serviço na partida, apesar de ter enfrentado cinco break-points.

 

63 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Joselito
Joselito
18 dias atrás

Como disse e continuarei dizendo, Alcaraz vai sobressair no saibro e quadra dura lenta.

Paulo Mala
Paulo Mala
18 dias atrás
Responder para  Joselito

Miami não é quadra dura e lenta?

Joselito
Joselito
18 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Quando falo lento, é igual Indian Wells. Onde saque não faz muito estrago.
Miami a bola anda mais e ele não consegue entrar no jogo no saque adversário e passa apertado no seu.

Belarmino Jr
Belarmino Jr
18 dias atrás
Responder para  Joselito

Venceu Wimbledon, colega. ..

Joselito
Joselito
18 dias atrás
Responder para  Belarmino Jr

Sobressair(humilhar os adversários, vide semana passada). Ganhar normal, ele vai ganhar em muitos palcos.

Paulo Mala
Paulo Mala
18 dias atrás

Gosto de ver o Alcaraz jogando, mas o Dimitrov quando está em godmode é muitp duro de se bater
É o cara mais legal de se ver uma partida no circuito
Pena que esteja já em idade avançada e não aguenta tantos jogos

Flávio
Flávio
18 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

CONCORD PAULO MAIA, é um dos poucos a usar o genial backrand de uma mão com muita qualidade também, é uma pena para o Alcaraz que é muito técnico e joga muito, mas espero que o Dimitrov leve este título porque merece e pode animá-lo mais na sua carreira.

Fabio
Fabio
18 dias atrás
Responder para  Flávio

Backrand??????

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
18 dias atrás
Responder para  Fabio

Dimitrov disse antes do jogo: “O Alcaraz está muito bem, mas eu também estou.”

Falou e confirmou na prática: jogou muito e com muita determinação em vencer. Se jogar no mesmo nível contra o Zé Rev, ganha outra, e eu vou gostar. :)

Ricardo
Ricardo
18 dias atrás
Responder para  Fabio

O r tá bem longe do h no teclado…mas não é o tal que manja tudo? Rsss

José Cardoso Jr
José Cardoso Jr
18 dias atrás
Responder para  Fabio

Deixe disso. Vc entendeu.

Alex
Alex
18 dias atrás
Responder para  Flávio

BabyFed

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
18 dias atrás

Cadê o melhor tenista da história da última semana? Federetes agora vão voltar a serem Sinnetes e depois vão virar Alcaretes de novo na temporada de saibro kkkkk

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
18 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Os dois são os maiores rivais do momento. Ou será que o “ goat “ não perde pra ninguém ? . E aos 20 aninhos ? . És um fanático que agora voltou pra tua área kkkkk. Abs !

Fabio
Fabio
18 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

O povo foca muito nos tops, e nunca acham que uma surpresa pode acontecer como sempre acontece no feminino, acham que o masculino tem os nomes, no momento se tem nome é Sinner, mas pode dar outro, e vamos lá né…

Lee
Lee
18 dias atrás

Alcaraz já é o maior freguês do Bulgaro.

João Sawao ando
João Sawao ando
18 dias atrás

Foi uma surra

Juliano
Juliano
18 dias atrás

Falei que dimitrov ia ganhar agora final será zverev X sinner

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
18 dias atrás

Não precisam ficar nervosos, federetes. Alcaraz só precisa vencer 1 Nadal de títulos de Masters 1000 para passar os 40 de Djoko rsrsrsrs

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
18 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Quantos SLAM e MASTERS 1000 tinha o “ goat “ em 2007 aos 20 anos , caríssimo Paulinho? Kkkkkkkkk. Abs!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
18 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Aí vc chega a brilhante conclusão que ele vai bater os recordes de Djoko quando tiver 36. Que diga Michael Chang kkkkk

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
18 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

A conclusão que chego e’ que estás se borrando . E o pior é que é com dois jogadores que tem um belo futuro pela frente . E se tivermos um Big 2 ( e não 3 ) , podem porque não sonhar . São mais precoces que o “ goat “ … Abs!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
18 dias atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Não estou me borrando. Estou achando engraçado a sua esperança, o seu desejo mais íntimo que ele quebre os recordes do goat.

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
18 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

A conclusão não é esta, Paulo Djokovico, a conclusão é que é impossível um jogador com 20 anos ter 40 títulos de master, mesmo sendo um hipotético super fenômeno, e que é idiotice comparar a qualidade de jogadores com tempos de carreira muito diferentes baseado no número de títulos que cada um já conquistou.

Isto pode ser comparado a uma corrida aonde um corredor já larga com uma dianteira de uns 80% do percurso e você defender que ele é melhor do que o outro porque está na frente. Dizer um absurdo desses depõe contra quem diz.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
18 dias atrás
Responder para  Marcos Ribeiro

Acho que você não me entendeu. Estou apenas zoando o Sr. Ribeiro porque esse está desesperado para que Alcaraz quebre os recordes do goat e está fazendo comparação por idade.

João
João
18 dias atrás

Vovô Dimitrov mostrou como se faz, joga praticamente em cima da linha e surrou o nadalzinho fake.
Será que o Sinner aprende e não amarela mais diante do mosquito 2.0?

Flávio
Flávio
18 dias atrás
Responder para  João

JOÃO você é viajante cara, menosprezar o Alcaraz, joga muito, e tem muita técnica e esta a frente do Sinner, vai evoluir muito ainda, então vai passear cara. Força Dimitrov.

João
João
18 dias atrás
Responder para  Flávio

Eu não menosprezo.
Trato ele como merece.
Você, outros torcedores bastante “empolgados” e a imprensa é que superestimam essa espécie de novo Lleyton Hewitt
Mas “novo Nadal” ou futuro GOAT, não tem como engolir, é muita areia para o caminhãozinho dele, sorry.

SANDRO
SANDRO
18 dias atrás
Responder para  João

O Beiçola nunca chegará aos pés da grandeza de Rafael Nadal, o maior tenista espanhol de todos os tempos!!!

João
João
18 dias atrás
Responder para  SANDRO

Se vai chegar ao nível do Nadal eu não sei (provável que não chegue a 10%) mas no momento é uma grande piada, não pelo tenista que é pois não é ruim, dá para tranquilamente esperar dele que chegue ao nível de um Lleyton Hewitt.
A parte do ridículo fica por conta de como a imprensa tenta vender esse camarada.
Simplesmente não tem como engolir, basta ter 2 neurônios ou mais, nem é preciso grande inteligência.

David Almeida
David Almeida
18 dias atrás

Miurinha tem muitos altos e baixos e está oscilando muito, Carlitos não conseguirá chegar perto dos feitos do Fedal e está a anos luz de distância do Goat Djokovic e sem falar que Alcaraz não terá uma carreira muito longa como o Big Three. Os jogadores já aprenderam jogar contra o Carlitos e a cada ano mais e mais adversários conseguirá vence-lo.

SANDRO
SANDRO
18 dias atrás
Responder para  David Almeida

O Beiçola está longe , muito longe, de conseguir a grandeza de Rafael Nadal!

David Almeida
David Almeida
18 dias atrás

Alcaraz não consegue jogar no mais alto nível sempre, quando desce um pouco já fica um jogador vulnerável as derrotas. Está muito longe a consistência do Big Three no seu auge.

Flávio
Flávio
18 dias atrás
Responder para  David Almeida

Caro que esta né David Almeida, ora bolas é um jovem de 20 anos que tanto ele como os outros falta muito, pois querer comparar com big 3 não existe filho, agora que bom que Dimitrov esta ressurgindo e tomara que vença este master.

Beto_poa
Beto_poa
18 dias atrás
Responder para  David Almeida

O Alcaraz acabou de ganhar Indian Wells e por falar em Big Three, o Nadal nunca ganhou o Sunshine Double ( IW e Miami no mesmo ano ).

rafael luis
18 dias atrás

Alcaraz entrou de salto alto. Achou que ia ganhar facil. Estava jogando como se estivesse no clube.
Quando acordou, tava 4×0 pro Dimitrov. kkkkkkkk

Vanderlei Stefani
Vanderlei Stefani
18 dias atrás

O comentarista da ESPN André Genh, mostrou que não entende nada de tênis.

Arthur
Arthur
18 dias atrás
Responder para  Vanderlei Stefani

Aquele que fala MT: “um rum”

Evandro
Evandro
18 dias atrás

Dimitrov tem muitos recursos, e num dia bom, pode complicar pra qualquer um. Belíssima vitória.

Flávio
Flávio
18 dias atrás
Responder para  Evandro

Evandro menos para Djokovic.

Viviane
Viviane
18 dias atrás

O que o Dimitrov jogou hoje é brincadeira! Deu tudo de si e mais um pouco dentro da quadra.
Só penso no próximo jogo contra o Zverev. Será que ele vai conseguir manter o nível que jogou hj?
Eu espero que sim.
O H2H é favorável ao alemão.

Wilson
Wilson
18 dias atrás

Dimitrov deu uma aula de tênis.
Parabéns.

Yuri Anjos
Yuri Anjos
18 dias atrás

sou torcedor do Alcaraz a muito tempo e ele não estava jogando mal Dimitrov estava em um nível altíssimo estilo Federer acertando tudo mereceu vencer

Davi Poiani
Davi Poiani
18 dias atrás

Que tênis espetacular do Dimitrov! Um dos caras mais talentosos do circuito. Excelente partida e bela vitória! Tem minha torcida pra levar o título.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
18 dias atrás

Dimitrovi jogou de mas,acertava tudo,só tevi uma pequena queda de rendimento durante o jogo

Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
18 dias atrás
Responder para  Luis Vanderley Santana

Isto mesmo, e a queda foi logo depois dele acertar uma devolução fantástica de backhand, parece que quando ganhava de 4 a 2 no 2o set. Costuma acontecer no tênis um golpe espetacular ser seguido de uma série de erros não-forçados. Talvez por mexer no emocional e+ou porque o cara fica pensando no golpe que deu e desconcentra do ponto que está jogando. Isto tb aconteceu com o Sinner no último jogo contra o próprio Alcaraz, depois dele pegar uma curtinha quase impossível. Só que o Sinner afundou nos erros seguintes e o Dimitrov conseguiu voltar.

Andre Borges
Andre Borges
18 dias atrás

Dimitrov quando tá no Fedex mood ganha de qualquer um

SANDRO
SANDRO
18 dias atrás

DIMITROV “milhou” o Beiçola!!!

F.F.
F.F.
18 dias atrás

Que tenista o Dimitrov
Tenista clássico, golpes limpos, talento nato
Difícil entender como não chegou ao topo

Marcos
Marcos
18 dias atrás

Que lindo esse estilo de jogo do Dimitrov – a lá GOAT !

Paulo Almeida
Paulo Almeida
18 dias atrás

E com isso o GOATaço absoluto de todos os esportes garante mais umas semaninhas. Nem forçando a barra, consegue deixar o número 1, que será seu eternamente de qualquer forma.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
18 dias atrás

O Dimitrov estava inspiradíssimo, focado e determinado e não deu chances ao Alcaraz. Mereceu a vitória. Vamos ver como ele se comporta contra o Zverev. Embora o Dimitrov seja experiente, a pressão era menor sobre ele porque o Alcaraz era o favorito. E ter menor pressão sobre si facilita jogar. Depois que ele ganhou do nº 2 do ranking, aumentam as expectativas sobre ele e consequentemente a pressão. Vamos ver se o Dimitrov consegue manter a consistência.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
18 dias atrás

O que o Carlos costuma fazer com os adversários, o Grigor fez com ele ontem! Agressividade e variação que não acaba mais! O búlgaro vive seu momento mais competitivo da carreira. Eu racho do Meligeni, falando que o búlgaro não tinha bola pra encarar o espanhol! Fala bobagem igual a gente mesmo! kkkkkkkkkk

Beto Rockefeller
Beto Rockefeller
18 dias atrás

Quanta briguinha boba nos comentários. Foi um jogaço. Dimitrov entendeu que para enfrentar Alcaraz é necessário mante-lo pressionado no fundo da quadra ou qualquer oportunidade ele vai pra cima. Quando um cara rápido feito Grigor consegue, o jogo pode se complicar pro Alcaraz, mas é um jogo de alto risco. Em um bom dia em que tudo dá certo, como ontem, o adversário pode vencer. Mas se meia duzia de bolas fundas rápidas não entram, a cabeça pode pesar e o moleque vem pra cima. O resultado foi o que vimos, um puta jogaço. Para mim continua claro que os líderes dessa geração são Sinner e Carlos, ainda não há um terceiro à altura. Acredito que por enquanto estamos numa era tipo Borg X Big Mac, Big Mac X Lendl, Boris X Lendl, Sampras X Agassi, com a diferença que Carlos e Sinner tem estilos mais parecidos que as duplas de adversários que citei, ambos super agressivos. Serão anos interessantes.

JClaudio
JClaudio
18 dias atrás

Ontem, a partida do Alcatraz contra o Dimitrov foi excelente.
O búlgaro jogou muito (acontece nos jogos do Alcatraz, muitas jogadas inesquecíveis).
Para os amantes da “consistência” foi outro tapa na cara.
O backhand de uma mão, troca de bolas com grande com qualidade, o esforço para agradar os amantes do tênis, plasticamente muito bonito.
Federer estava no jogo.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
18 dias atrás
Responder para  JClaudio

E com mais esse tapa na cara Dimitrov já é seríssimo candidato a GOAT.

JClaudio
JClaudio
18 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Poxa Paulinho, vc virou um hater…
A simples menção do nome Federer te causa desconforto (vc tem uma idolatria pela palavra Goat).
Em todo comentário que alguém lembra o Federer vc “necessita” comentar.
Já te vi em melhores dias…

Ab

Paulo Almeida
Paulo Almeida
18 dias atrás
Responder para  JClaudio

Que isso, foi só mais uma leve ironia com o bom Grigor. Você que levou muito a sério.

Abs!

Paulo Almeida
Paulo Almeida
18 dias atrás
Responder para  JClaudio

Agora que me liguei que você é o Periferia. Desculpe não ter notado antes, kkkk.

Abs.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
18 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Eu acho engraçado ele falar em “amantes da consistência” como se fosse possível alguém se tornar lenda em qualquer esporte sem ser consistente.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
18 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Também ainda não encontrei um esporte em que alguém se torna lenda só fazendo acrobacias.

Marcus SIlverio
Marcus SIlverio
18 dias atrás

Vai se repetir o encontro na terceira rodada do US Open ano passado. Os 2 primeiros sets foram memoráveis. Melhores que já vi nos últimos anos.

Marcus SIlverio
Marcus SIlverio
18 dias atrás
Responder para  Marcus SIlverio

Os 2 primeiros sets do jogo entre Zverev e Dimitrov no US Open 2023. Vale a pena rever.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE