PLACAR

“De coração partido”, Kyrgios desiste do US Open

Nova York (EUA) – Depois de fazer uma grande temporada em 2022, o ano seguinte para o australiano Nick Kyrgios parece seguir no caminho oposto. Com apenas uma partida disputada em 2023, ele desistiu de mais um torneio e agora também não irá disputar o US Open.

“De coração partido com o US Open, mas eu voltarei. Meu punho ainda não está pronto para competir. Mas devo lembrar às pessoas que tenho uma classificação protegida de 21. Quando voltar, estarei de volta onde eu pertenço”, disse Kyrgios em um comunicado.

Kyrgios começou a temporada com problemas no joelho, que o deixaram de fora da United Cup e depois o forçaram a desistir do Australian Open. Pouto tempo depois, ele passou por uma artroscopia para resolver o problema e ficou sem jogar até os torneios de grama.

O retorno aconteceu em Stuttgart, onde fez sua primeira partida desde outubro do ano passado, caindo na estreia diante do chinês Yibing Wu. Desde então, ele convive com dores no punho e por isso não jogou em Wimbledon e agora também não irá ao US Open.

Atual 92 do mundo, Kyrgios sairá do top 100 na próxima semana e vai despencar ainda mais depois do US Open, onde foi até as quartas de final em 2022, derrotando o russo Daniil Medvedev nas oitavas para depois perder para o também russo Karen Khachanov.

Sempre bastante ativo nas redes sociais, o australiano disse não estar preocupado com a queda no ranking. “É isso que acontece quando você tem lesões. Terei um ranking protegido de 21 quando voltar e também receberei convites aonde quiser”, escreveu Kyrgios no Twitter.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE