PLACAR

Com Ingrid, Stefani consegue revanche e faz semi

Foto: China Open

Pequim (China) – A semana de Luísa Stefani e Ingrid Martins segue com excelentes resultados no WTA 1000 de Pequim. Jogando juntas pela primeira vez na temporada, as brasileiras venceram nesta sexta-feira a alemã Laura Siegemund e a russa Vera Zvonareva, cabeças 8 na China e recentes finalistas do US Open, por 6/2 e 6/3 em apenas 1h17 de jogo, garantindo vaga na semifinal na capital chinesa.

A vitória também serviu como uma revanche para Luísa Stefani, que havia perdido para Siegemund e Zvonareva na semifinal em Nova York. Na ocasião, ela atuou ao lado da norte-americana Jennifer Brady. Já a experiente pareceria da alemã de 35 anos com a russa de 39 já venceu os torneios de Washington e Ningbo na atual temporada.

Paulista de 26 anos e número 10 do mundo entre as especialistas em duplas, Luísa Stefani tem oito títulos de WTA na carreira, três deles este ano, nos 500 de Abu Dhabi, Adelaide e Berlim. Ela já venceu dois torneios de nível 1000 na carreira, o último em Guadalajara no ano passado. Já a carioca Ingrid Martins, de 27 anos e 59ª do ranking, venceu em junho seu primeiro WTA 250, na grama de Bad Homburg.

Depois de também terem passado pelas cabeças 2 Coco Gauff e Jessica Pegula nas oitavas, as próximas adversárias de Stefani e Ingrid podem ser a tcheca Marie Bouzkova e a espanhola Sara Sorribes ou a australiana Ellen Perez e a norte-americana Nicole Melichar-Martinez. Na outra semi, a taiwanesa Hao-Ching Chan e a mexicana Giuliana Olmos enfrentam a norte-americana Peyton Stearns e a polonesa Magda Linette.

A partida das quartas de final começou com games longos, e Stefani salvou dois break-points logo em seu primeiro game de saque, contando com a ajuda de Ingrid em uma disputa na rede e com um voleio errado por Siegemund no ponto decisivo. Logo na sequência, as brasileiras quebraram o serviço da alemã pela primeira vez. Ingrid mostrava um jogo sólido de fundo, especialmente nas disputas com Zvonareva. Na reta final do set, nova quebra contra Siegemund para fechar a parcial.

A dupla brasileira seguia impecável nos games de serviço durante o segundo set e esperando pelas oportunidades, que apareceriam novamente no saque de Siegemund. A única quebra da parcial aconteceu no oitavo game. E na sequência, coube a Ingrid Martins fazer um rápido game de saque para confirmar a vitória.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE