PLACAR

Com 13 aces, Garcia vence duelo equilibrado com Osaka

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – No tão esperado encontro entre Naomi Osaka e Caroline Garcia pela primeira rodada do Australian Open, o ótimo desempenho no saque da francesa e seu maior ritmo de jogo nas últimas temporadas fizeram a diferença. Diante de uma bicampeã do torneio, mas que está voltando ao circuito depois de se tornar mãe no ano passado, Garcia disparou 13 aces em uma vitória equilibrada por 6/4 e 7/6 (7-2) após 1h26 de partida.

“Muito feliz por vê-la de volta ao circuito depois de 15 meses. Ela é uma grande jogadora e uma ótima pessoa, fez muito pelo tênis nos últimos anos. E seis meses depois de dar à luz, já está jogando um tênis incrível”, disse Garcia, 19ª do ranking, durante a entrevista em quadra. Foi apenas o segundo duelo entre elas, agora com uma vitória para cada lado, ambas no Australian Open.

A partida desta segunda-feira teve apenas uma quebra de saque, conquistada por Garcia ainda no set inicial. A francesa não enfrentou break-points e cedeu apenas quatro pontos quando colocou o primeiro serviço em quadra. Com seu estilo agressivo e de muita potência nos golpes, a francesa não deu ritmo à japonesa durante os ralis e foi superior durante o tiebreak para definir a disputa em sets diretos. Garcia fez 34 a 20 nos winners e cometeu 24 erros contra 25.

A próxima adversária de Garcia em Melbourne será a polonesa Magdalena Frech, 69ª colocada, que derrotou a convidada australiana Daria Saville por 6/7 (5-7), 6/3 e 7/5. O confronto é inédito no circuito. No mesmo setor da chave, a eslovena Kaja Juvan venceu a russa Anastasia Potapova por 6/1 e 6/4. Juvan enfrenta a russa vinda do quali Anastasia Zakharova, que derrotou a cazaque Yulia Putintseva por 2/6, 6/0 e 6/3.

Para Osaka, este foi apenas o segundo torneio desde o nascimento da filha, Shai, em setembro. A ex-número 1 do mundo havia atuado em Brisbane há duas semanas, onde caiu na segunda rodada. Osaka, de 26 anos, tem quatro títulos de Grand Slam, dois no US Open em 2018 e 2020, e mais dois no Australian Open em 2019 e 2021. A japonesa utilizou o ranking protegido para entrar diretamente na chave em Melbourne.

 

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
SANDRO
SANDRO
6 meses atrás

Durante toda a partida CAROLINE GARCIA foi muito mais agressiva e não deu aualquer chance à OSAKA de sequer pensar em quebrar seu serviço: OSAKA não conseguiu sequer um break-point durante toda a partida e, além disso, OSAKA só conseguiu marcar apenas quatro pontos quando CAROLINE GARCIA pôs o primeiro serviço em quadra!!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE