PLACAR

Cinco brasileiros estreiam nesta segunda em Piracicaba

Daniel Dutra da Silva (Foto: Fotojump)

Piracicaba (SP) – A primeira chance de marcar pontos para o ranking mundial dentro de casa começa nesta segunda-feira para cinco brasileiros. Eles fazem estreia no challenger de Piracicaba, torneio com premiação de US$ 82 mil que está sendo disputado nas quadras de saibro do Clube Cristóvão Colombo.

Às 13 horas, os convidados Mateus Alves e Nicolas Zanellato fazem duelo direto e logo em seguida Pedro Sakamoto enfrenta o coreano Gerard Lee, enquanto Eduardo Ribeiro desafia o cabeça 3 Ivan Gakhov. O gaúcho Orlando Luz faz a rodada noturna, às 19 horas, diante do britânico Felix Gill.

A rodada terá ainda a definição das seis vagas pelo qualificatório, com destaque para o jogo entre os veteranos Daniel Dutra da Silva e José Pereira, que jogam na quadra principal às 10 horas. Wilson Leite também tentará vaga diante do suíço Damien Wenger e Igor Gimenez jogará contra o argentino Federico Gomez.

Devido ao mau tempo, Fernando Yamacita e Enrique Bogo não conseguiram fazer o primeiro jogo e podem ter de fazer rodada dupla. Luís Britto, Paulo Saraiva, Breno Braga, Marcelo Zormann, Gabriel Tumasonis, Matheus Bueres, Rafael Tosetto, Enzo Lima e Márcio Eduardo Silva foram eliminados.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Sebastião Roberto de Araújo
Sebastião Roberto de Araújo
27 dias atrás

Putz. 09 eliminações de brasileiros na 1ª rodada do quali.

Leo, o realista
Leo, o realista
27 dias atrás

Tenebroso. Caindo que nem carreira de dominó…

Fabricio
Fabricio
27 dias atrás

Isso é normal kkkk estranho seria se eles tivessem ganho ! Ou to errado?

Fabricio
Fabricio
27 dias atrás

A brasilian storm que só existe na cabeça daquele maluco ( que ainda bem sumiu de cez daqui ) será que vai dar uma alegriazinha?

Tá osso heim, inicio de ano recheado de derrotas! Torcedor de tênis brasileiro sofre mais que torcedor do botafogo kkkkk pqp !

Marcelo Scotton
Marcelo Scotton
27 dias atrás

No qualy já presenciamos um show de horrores. Iremos a algum lugar? Difícil. Se pegar umas quartas não vai ser pela qualidade, mas pela quantidade.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
27 dias atrás

Todos queremos vitórias de brasileiros. E todo tenista precisa surpreender em algum momento se quer subir no ranking. Mas todas as derrotas foram normais, para tenistas muito melhores ranqueados. Saraiva e Tosetto inclusive fizeram jogos bem disputados com tenistas bem melhores ranqueados. Nada anormal nesta primeira rodada do qualy, e sem negativismo neste comentário ou sarcasmo. Apenas a constatação da realidade e da dificuldade dos jogos

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE