PLACAR

Cazaque é banido, israelense e uzbeque são suspensos

Timur Khabibulin (Foto: Love4Tennis.com)

Londres (Inglaterra) – Nesta quarta-feira, a Agência Internacional para a Integridade do Ténis (ITIA) anunciou que três tenistas, o cazaque Timur Khabibulin, o uzbeque Sanjar Fayziev e o israelense Igor Smilansky, foram suspenso e multados por violações do Programa Anticorrupção do Ténis (TACP).

Khabibulin foi dos três o que se deu pior, acabou banido do esporte para sempre e multado em US$ 60 mil, Fayziev foi levou pena de três anos e seis meses (com seis meses de suspensão) e multado em US$ 15 mil e Smilansky foi punido por dois anos com multa de US$ 4 mil (com US$ 1.000 suspensos).

A decisão foi tomada pela Auditora Anticorrupção independente Janie Soublière, que já havia sustentado as acusações da ITIA contra os três jogadores por atividades relacionadas de manipulação de resultados. As penas terão início a partir da data das suspensões provisórias dos jogadores, em 25 de julho de 2023.

Fayziev estará suspenso até 24 de julho de 2026 e Smilansky até 24 de julho de 2025. Durante esse período, eles estão proibidos de jogar, treinar ou participar de qualquer evento de tênis.

Banido do tênis, Khabibulin foi considerado responsável por 21 acusações individuais relacionadas à manipulação de resultados entre 2014 e 2019. Já Fayziev foi considerado culpado por cinco acusações em duas partidas em 2018 e Smilansky por três acusações em uma partida em 2018.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE