PLACAR

Brasil terá cinco tenistas nas duplas em Wimbledon

ia Haddad Maia retoma a parceria com a ex-número 1 do mundo Victoria Azarenka Foto: Jimmie48/WTA

Londres (Inglaterra) – O tênis brasileiro terá cinco representantes nas chaves de duplas em Wimbledon. Beatriz Haddad Maia e Luísa Stefani estarão na disputa feminina, enquanto Rafael Matos, Marcelo Melo e Marcelo Demoliner jogam o torneio masculino, com seus respectivos parceiros estrangeiros.

Número 1 do país em simples e duplas, Bia retoma a parceria com a bielorrussa Victoria Azarenka. Jogando juntas, elas conquistaram o WTA 1000 de Madri durante a temporada de saibro. Após a semifinal de Roland Garros, a equipe da paulista de 27 anos informou que ela não disputaria chaves de duplas nessas três semanas de grama antes de Wimbledon.

Já Luísa Stefani vai manter a dupla recém-formada com a francesa Caroline Garcia neste início de temporada de grama. Elas já estão na semifinal do WTA 500 de Berlim. Stefani também jogará em Eastbourne na semana que vem, com parceira a definir.

No masculino, o gaúcho Rafael Matos volta a jogar com o português Francisco Cabral, enquanto o mineiro Marcelo Melo, campeão em 2017, mantém a parceria com experiente australiano John Peers. Já o gaúcho Marcelo Demoliner jogará desta vez ao lado do holandês Matwe Middelkoop.

Ingrid está a cinco desistências de entrar
Existe a possibilidade de a chave de duplas femininas contar com mais uma brasileira. Isso porque a carioca Ingrid Martins e sua parceira bielorrussa Lidziya Marozava precisam de cinco desistências para entrar na chave. Ingrid tenta disputar o segundo Grand Slam da carreira aos 26 anos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE