PLACAR

Bogdan e Pliskova decidem o título na Transilvânia

Ana Bogdan (Foto: Transylvania Open)

Cluj-Napoca (Romênia) – Pela terceira vez em quatro edições, o WTA 250 de Cluj-Napoca terá uma tenista da casa na final. Em duelo caseiro neste sábado, a romena Ana Bogdan, oitava e única cabeça de chave nas semifinais, superou a compatriota Jaqueline Cristian por 6/3, 3/6 e 6/4 e garantiu seu lugar na decisão de domingo.

Finalista em Varsóvia há dois anos, campeã de um WTA 125 e dona 1de 6 troféus de ITF, a jogadora de 31 anos de idade segue em busca do primeiro título na elite do circuito. Ela também tenta ser a primeira jogadora local a vencer evento na Transilvânia, algo que Simona Halep e Elena-Gabriela Ruse chegaram perto, mas não conseguiram, caindo nas decisões de 2021 e 2023, respectivamente.

Atual número 65 do mundo, Bogdan está saltando 11 posições e pode voltar ao top 50 se for campeã. Sua melhor marca é o 39º lugar de julho do ano passado. Já Cristian, de 25 anos, saltará do 81º para 72º posto com a campanha até a semi, ainda abaixo do 58º obtido no início de 2022.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A adversária da romena na final será a tcheca Karolina Pliskova, que derrotou na outra semi a britânica Harriet Dart com um duplo 6/3. Ex-número 1 do mundo, a experiente jogadora de 31 anos disputará a 33ª decisão da carreira e busca o 17º título. No entanto, sua última conquista aconteceu em 2020, no WTA 500 de Brisbane.

Hoje ocupando a 78ª colocação, Pliskova ganhará terreno no ranking após a disputa na Transilvânia e está subindo provisoriamente dez posições, mas pode voltar ao top 60 se for campeã. Já a eliminada Dart retornará ao top 100, pulando do 103º para o 92º lugar. Sua melhor marca foi o 84º posto há dois anos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE